Joe Biden é eleito presidente dos EUA, crava mídia americana; Trump contesta resultado

Redação e Folhapress

Joe Biden lidera pesquisa

Joe Biden foi eleito presidente dos Estados Unidos. Segundo a última projeção da CNN norte-americana, divulgada no início da tarde deste sábado (7), o democrata conseguiu virar sobre Donald Trump na Pensilvânia e Geórgia, e ultrapassou a marca de 270 delegados necessárias para se eleger o 46º presidente americano.

A CNN dos EUA passou a cravar a vitória de Biden após a contagem de 2797 mil votos no contado da Filadélfia. Destes, 85% favoreceram o candidato democrata e aumentaram sua diferença para o republicano Trump para mais de 30 mil votos, assegurando sua vitória.

A projeção mais recente da CNN indica que Biden soma 273 delegados, contra 213 de Trump.

Vale ressaltar que a contagem oficial dos votos ainda não terminou nesses estados.

Joe Biden assumiu a vitória em seu perfil no Twitter e deve discursar ainda neste sábado (7).

Joe Biden foi vice-presidente dos Estados Unidos no governo de Barack Obama. Aos 78 anos, ele será o presidente mais velho a assumir a Casa Branca.

TRUMP COLOCA RESULTADO EM XEQUE

Em mais uma declaração sem provas, o republicano Donald Trump voltou a dizer, neste sábado (7) que venceu a eleição presidencial deste ano, apesar de a reta final da apuração apontar justamente o oposto.

“Eu venci esta eleição, de lavada”, escreveu ele no Twitter. Quase instantaneamente, a rede social incluiu um aviso de que a publicação não tinha base em fontes oficiais.

O staff de Donald Trump também deverá se pronunciar neste sábado, questionando a contagem dos votos.

Trump aparece atrás de seu adversário democrata, Joe Biden, em quatro dos seis estados que ainda não tiveram um resultado definitivo. O republicano lidera no Alasca e na Carolina do Norte, enquanto Biden se mantém à frente em Nevada, Pensilvânia, Geórgia e Arizona.

Esta não é a primeira vez que Trump de autodeclara vencedor da eleição. Na última quarta-feira (4), horas depois do fechamento das urnas nos EUA, o atual presidente fez um discurso na Casa Branca afirmando a própria vitória e acusando os democratas de fraude, como fez durante toda sua campanha.
As declarações, porém, não têm validade legal, e a disputa à Casa Branca permanece indefinida, embora Biden continue à frente.

Previous ArticleNext Article