Maringá agora diz que não aplicou vacina vencida e que erro foi do SUS

Redação

vacina vencida Maringá

O prefeito de Maringá, Ulisses Maia, reagiu à notícia veiculada pelo jornal Folha de São Paulo nesta sexta-feira (2) sobre a aplicação de vacina contra a covid-19 fora da data de validade. Segundo a notícia, mais de 26 mil doses de vacina da Astrazeneca vencida foram aplicadas no país e Maringá foi o município brasileiro com o maior número de doses aplicadas (3.536). Num primeiro momento, por meio de nota, o prefeito informou que a situação estava sendo investigada e prometeu a aplicação de novas vacinas nas pessoas que tivessem tomado as doses vencidas.

“O prefeito de Maringá, Ulisses Maia, teve acesso ao conteúdo da reportagem veiculada nesta sexta-feira, 2, no jornal Folha de S. Paulo, tratando sobre a denúncia dando conta de que milhares de brasileiros teriam tomado vacina contra covid-19 vencida, inclusive aqui em Maringá. Neste momento, o prefeito se encontra em reunião com o secretário da Saúde, Marcelo Puzzi, e outros membros da administração pública, para se posicionar sobre o assunto ainda hoje.

Caso se confirme a denúncia, a prefeitura deverá programar uma nova dose da vacina para aqueles que tenham recebido imunizante com data de validade vencida, mas reforça que não há estoque de vacinas armazenadas em Maringá, e que o problema pode estar relacionado com os lotes do imunizante encaminhados pelo governo federal.”

Logo depois, porém, por meio de uma segunda nota, a prefeitura informou o seguinte: “Sobre reportagem da Folha de S. Paulo que denuncia suposta vacinação contra covid-19 com imunizantes vencidos, Marcelo Puzzi, secretário da Saúde de Maringá, explica: ‘O lançamento no Sistema Conect SUS está diferente do dia da aplicação da dose. Isso porque, no começo da vacinação, a transferência de dados demorava a chegar no Ministério da Saúde, levando até dois meses. Portanto, os lotes elencados são do início da vacinação e foram aplicados antes da data do vencimento. Concluindo, não houve vacinação de doses vencidas em Maringá e sim erro no sistema do SUS'”.

Outros municípios paranaenses aplicaram a vacina vencida

O Paraná Portal procurou a Secretaria Estadual da Saúde do Paraná para ver qual a medida que será tomada sobre o caso. No Estado, além de Maringá, outros municípios também aplicaram as vacinas vencidas.

A denúncia publicada na Folha de São Paulo aponta que até o dia 19 de junho, os imunizantes com o prazo de validade expirado haviam sido utilizados em 1.532 municípios brasileiros. Os dados constam de registros oficiais do Ministério da Saúde.

Matéria a ser atualizada

 

 

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="773298" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]