Toffoli derruba decisão que mandou soltar presos em 2ª instância

André Richter - Repórter da Agência Brasil


O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, suspendeu há pouco a decisão do ministro Marco Aurélio que determinou a soltura de todos os presos que tiveram a condenação confirmada pela segunda instância da Justiça.

O ministro atendeu a um pedido de suspensão liminar feito pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge.

Com a decisão, a liminar (decisão provisória) de Toffoli terá validade até o dia 10 de abril de 2019, quando o plenário do STF deve julgar novamente a questão da validade da prisão após o fim dos recursos na segunda instância.

O julgamento foi marcado antes da decisão de hoje (19) do ministro Marco Aurélio.

>>> Marco Aurélio manda soltar presos após segunda instância, decisão afeta Lula

>>> Carolina Lebbos retira urgência de pedido de soltura de Lula e pede posição do MPF

>>> “Estamos cansados de reviravoltas que atrapalham as conduções das nossas investigações”, diz coordenador da Lava Jato

Previous ArticleNext Article