CPI da Covid aprova convocação do empresário bolsonarista Luciano Hang, dono da Havan

Renato Machado - Folhapress

luciano hang, havan, véio da havan, velho da havan, internado, covid, covid-19, coronavírus, pandemia, aglomeração, mãe, uti, cloroquina, hidroxicloroquina, tratamento precoce

Os senadores da CPI da Covid aprovaram requerimento de convocação do empresário bolsonarista Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan.

O requerimento do relator Renan Calheiros (MDB-AL) foi apresentado durante a sessão desta quinta-feira (23), que considerou “fundamental” ouvi-lo antes do encerramento dos trabalhos da pandemia.

Hang é apontado como membro do chamado “gabinete paralelo” do governo Bolsonaro. O empresário defende práticas negacionistas no enfrentamento da Covid-19, entre elas o tratamento precoce.

A mãe dele, que morreu de Covid-19, foi tratada em hospital da rede Prevent Senior. Após a sua morte, o empresário usou suas redes sociais afirmando que ela poderia estar viva se tivesse recebido os medicamentos do tratamento precoce. No entanto, prontuário médico, em poder da CPI da Covid, mostra que ela recebeu os medicamentos do kit Covid.

O depoimento do empresário deverá ser realizado na quarta-feira (29).

Os senadores também aprovaram requerimento de convocação da advogada Bruna Morato, que representa os médicos e ex-médicos da Prevent Senior que fazem denúncias contra a operadora de saúde.

Os médicos organizaram um dossiê no qual denunciam que os hospitais da rede Prevent Senior eram usados como laboratórios para estudos com hidroxicloroquina e outros medicamentos do Kit Covid. Os pacientes e familiares não seriam informados da aplicação da medicação.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="791976" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]