Curitiba é a quarta capital em investimento per capita em Cultura

Redação


Um estudo elaborado pelo departamento de  Mestrado Profissional em Gestão da Economia Criativa da ESPM Rio levantou as despesas per capita direcionadas ao setor cultural feitas pelas gestões municipais das 26 capitais brasileiras, nos últimos seis anos. Curitiba melhorou. Estava na sétima colocação em 2013 e em oitava, em 2015, e agora aparece na quarta posição em 2019. De acordo com o estudo da ESPM, em números absolutos, Curitiba apresentou em 2019 um investimento de R$ 54.948.556,96 na área cultural.

Curitiba é a quarta capital em investimento per capita na área cultural
Rio de Janeiro é apontado como exemplo negativo

O Rio de Janeiro é o principal destaque negativo do estudo divulgado nesta quinta-feira (29). Em 2013, o Rio, um dos maiores centros de economia criativa do país, ocupava a terceira posição na lista de despesas destinadas ao setor. Em 2019, foi para 15a. posição. Ainda em 2013, município gastou pouco mais de  R$ 199 milhões. No ano passado, foram menos de R$ 120 milhões.

“Os números demonstram o não reconhecimento da importância econômica, social e cultural do setor por parte da atual gestão municipal do Rio de Janeiro”, diz João Figueiredo, coordenador do mestrado e autor do ranking.

Recife lidera investimento em cultura desde 2013

Recife ocupa a primeira colocação no ranking desde 2013, considerando o investimento por número de habitantes. A capital de Pernambuco destinou para despesas culturais cerca de R$ 81 milhões em 2013, e subiu para cerca de R$ 118 milhões em 2019.

Previous ArticleNext Article