Com 35,6ºC, Curitiba tem segundo dia mais quente da história, aponta Simepar

Redação

lockdown paraná curitiba covid academias bares

Conhecida no país como a Capital mais fria do Brasil, Curitiba tem vivido dias atípicos em 2020. Não apenas pela pandemia da covid-19, mas principalmente pelas altas temperaturas, acima da casa dos 30ºC nos últimos três dias seguidos. Nesta sexta-feira (2), os termômetros na cidade bateram a casa dos 35,6ºC – temperatura mais alta de 2020 e segunda maior já registrada na base de dados do Simepar.

Desde junho de 1997 o Simepar faz o monitoramento meteorológico em todo o Paraná. A temperatura registrada hoje em Curitiba foi a segunda maior do levantamento histórico na Capital, e só perde para os 35,9ºC registrados no dia 30/01/2019.

A temperatura dessa sexta-feira também supera os 34,2ºC registrados na última quarta-feira (30) – até então a maior temperatura do ano.

Apesar do calorão, a previsão é de queda nas temperaturas neste final de semana em Curitiba.

MAÇARICO LIGADO TAMBÉM NO INTERIOR DO ESTADO

Além da alta temperatura registrada em Curitiba, diversas cidades no estado também registraram temperaturas recordes no ano.

Segundo o Simepar, Loanda, na região Noroeste, registrou a temperatura mais alta nesta sexta-feira no Paraná: 42,5ºC.

No Litoral, os termômetros marcaram 42,3 ºC em Antonina, mesma temperatura registrada em Guaraqueçaba.

Já em Foz do Iguaçu, a temperatura máxima registrada foi de 41,8º C.

As temperaturas também ficaram acima dos 40º C em Altônia, Assis Chateaubriand, Cerro Azul, Cianorte, Guaíra, Maringá, Palotina, Paranapoema, Paranavaí, Pinhão, Santa Helena, Toledo, Ubiratã e Umuarama.

Diversas cidades do Paraná registraram recorde nas temperaturas máximas nesta sexta-feira (2). Foto: Divulgação/Simepar

Previous ArticleNext Article