Grupo JMalucelli prioriza emprego, contrata mais trabalhadores e chega a quatro mil colaboradores

Redação

Grupo JMalucelli prioriza emprego e chega a quatro mil colaboradores

O grupo paranaense JMalucelli, constituído por varias empresas que atuam em diversos ramos de atividades no Paraná e em outros estados do país, está conseguindo driblar a crise econômica em meio a pandemia do coronavírus (Covid-19) que vem levando pessoas a óbitos e dizimando empresas e empregos no Brasil.

Ao priorizar o emprego, o Grupo JMalucelli contratou 155 novos trabalhadores nos meses de abril e maio, período em que a Covid-19 começou a se alastrar pelo país, levando as pessoas ao distanciamento social. Com isso, ampliou para perto de quatro mil o número de trabalhadores, ou seja, ao invés de demitir, contratou.

Para ilustrar esta evolução de crescimento durante a crise, o Grupo JMalucelli adquiriu, recentemente, as ações da ALEN para captação e geração de energia proveniente de aterros sanitários no Rio de Janeiro e São Paulo. A empresa controlava a Usina Termoelétrica São João (usina movida à combustão de biogás proveniente de aterro em São Paulo).

No mesmo período, entre abril e março, o Conselho de Defesa Econômica (Cade) também autorizou outros ativos do grupo, como ações em empreendimentos localizados no Estado do Rio de Janeiro, sendo um deles especializado em purificação e comercialização de biometano, instalado em Seropédica, e outros dois especializados em geração de energia a partir da combustão desse composto, localizados em Nova Iguaçu e São Gonçalo.

Ainda na área de energia, o Grupo JMalucelli adquiriu 100% das ações da Brasventos, com três parques eólicos no Rio Grande do Norte com potência de 186 MW e já em operação.

O grupo também deu um novo ritmo nas obras de ampliação do Aeroporto de Maringá, respeitando os protocolos das autoridades sanitárias do Estado e da União.

Previous ArticleNext Article