1,5 milhão de paranaenses vão poder sacar FGTS de contas inativas

O Instituto Fundo Devido ao Trabalhador (IFDT) estima que cerca de 1,5 milhão de paranaenses tenham contas inativas até ..

Redação - 25 de janeiro de 2017, 16:17

O Instituto Fundo Devido ao Trabalhador (IFDT) estima que cerca de 1,5 milhão de paranaenses tenham contas inativas até 31 de dezembro de 2015, no Fundo de Garantia (FGTS), e vão poder sacar os valores a partir do dia 13 de maio. A retirada do dinheiro foi autorizada por medida provisória apresentada pelo presidente Michel Temer.

Ainda segundo o instituto, os paranaenses têm cerca de R$ 1,3 bilhão em contas inativas até o final do ano passado. O calendário que divulga a ordem de recebimento dos trabalhadores, de acordo com a data de nascimento, será divulgado no dia 1 de fevereiro.

O IFDT estima que o saque médio por trabalhador deve ser de R$ 866.

A expectativa é que até o final de julho todos que tem contas inativas possam sacar o dinheiro.

A estimativa do instituto foi feita cruzando dados do balanço anual do FGTS e da Relação Anual de Informações Sociais (Rais). O instituto deve divulgar na quinta-feira (26) uma cartilha com orientações para o saque dos valores.

Contas inativas

As contas inativas do FGTS são aquelas que não recebem mais depósitos mensais por ter terminado o vínculo entre empresa e empregado. Normalmente, há dinheiro nas contas quando o funcionário pede demissão e não pode sacar quando sai da empresa.