Petrobras solicita R$42 bi em indenizações de 16 ações de improbidade administrativa

Lorena Pelanda e Assessoria


A Petrobras solicita a restituição de R$10,9 bilhões a título de indenização dos processos da Operação Lava Jato e R$31,2 bilhões referentes à possível aplicação de multas. Os valores são referentes à 16 ações de improbidade administrativa, que buscam ressarcir os prejuízos decorrentes dos atos de fraude e corrupção praticados.

Além dos valores que já foram devolvidos aos cofres da Petrobras em decorrência de acordos de colaboração e leniência e repatriações, superiores a R$ 2,5 bilhões, a companhia atua, na esfera penal, como assistente de acusação em 53 ações propostas pelo Ministério Público Federal (MPF).

A companhia afirma que, na condição de vítima dos ilícitos cometidos, o valor dessa condenação será revertido em favor da empresa, após o encerramento completo da discussão judicial.

Até o momento, já houve a condenação de vários acusados, mas apenas após o esgotamento dos recursos às instâncias superiores, a companhia estará habilitada a executar os valores, hoje no montante aproximado de R$ 1 bilhão.

Em nota divulgada nesta terça-feira (28), a Petrobras reafirma o compromisso de seguir adotando as medidas cabíveis contra empresas e indivíduos que lhe causaram prejuízos.

Previous ArticleNext Article
Coordenadora de jornalismo da rádio BandNews FM Curitiba
[post_explorer post_id="548743" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]