55% dos trabalhadores conseguem o primeiro emprego em pequenos negócios

Mariana Ohde

Foram 755,5 mil trabalhadores de um total de 1,4 milhão de pessoas que começaram a trabalhar no ano passado. 

As micro e pequenas empresas foram as portas de entrada do mercado de trabalho para 55% dos brasileiros em 2017 – foram 755,5 mil trabalhadores de um total de 1,4 milhão de pessoas que começaram a trabalhar no ano passado.

Já as médias e grandes empresas absorveram 44% dessa mão de obra (606,1 mil trabalhadores) e as empresas da Administração Pública o 1% restante.

No Paraná, os pequenos negócios acolheram 57,8 mil novos trabalhadores, sendo 31,8 mil do sexo masculino e 26 mil do sexo feminino. Juntos, os pequenos negócios paranaenses responderam por 57,6% do total do primeiro emprego na região Sul e por 11,6% do total do primeiro emprego no país, em 2017.

Em todo o país, a região Sudeste foi a que mais contratou pessoas pela primeira vez nas micro e pequenas empresas. O saldo do primeiro emprego nos pequenos negócios da região Sudeste (364.946) superou em 132% o registrado na região Sul (157.520), segunda região que mais deu oportunidades aos que ingressaram em seu primeiro emprego.

A informação faz parte de um estudo inédito do Sebrae, desenvolvido a partir de dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), de 2017.

Perfil dos trabalhadores

Segundo o levantamento, 69,5% das 755,5 mil pessoas que foram contratadas pelas micro e pequenas empresas, e que tiveram a carteira assinada pela primeira vez, eram jovens com até 24 anos de idade. Os trabalhadores do sexo masculino foram maioria (54%).

Em relação à escolaridade, mais da metade (56%) dos trabalhadores que entraram no mercado, em 2017, por meio dos pequenos negócios, possuía ensino médio completo.

Os dados também revelam que as mulheres com mais tempo de estudo (superior incompleto e superior completo) tiveram a preferência dos pequenos negócios, no ano passado, superando a mão de obra masculina com mesmo nível. A quantidade de mulheres que possuem nível superior completo foi 71,5% maior que a de homens com igual faixa etária e nível de escolaridade (13,2 mil contra 7,7 mil).

Entre os trabalhadores com superior incompleto, o número de mulheres com até 24 anos também supera o de homens, nas micro e pequenas empresas, nessa mesma situação, em 37%.

O número de homens com até 24 anos de idade em seu primeiro emprego só é maior do que o de mulheres nos níveis de escolaridades menores (até nível médio completo).

  • Até 24 anos – 69,5%
  • 25 a 39 anos – 22,8%
  • 40 a 64 anos – 7,6%
  • 65 anos ou mais – 0,1%

Setores

A pesquisa ainda mostra que a maior concentração do primeiro emprego, entre as micro e pequenas empresas, aconteceu nos setores de Comércio e Serviços.

Nos pequenos negócios do Comércio, em 2017, ingressaram pela primeira vez no mercado de trabalho 297,2 mil trabalhadores, sendo a maioria do sexo feminino.

Já as micro e pequenas empresas do setor de Serviços empregaram um quantitativo pouco menor de iniciantes no mercado de trabalho (271,4 mil), sendo 53% deles do sexo feminino. Juntos, Comércio e Serviços responderam por 75% do total do primeiro emprego nas MPE, em 2017 (Comércio = 39%; Serviços = 36%).

  • Comércio (39%) – 296 mil
  • Serviços (36%) – 271 mil
  • Indústria (14%) – 101 mil
  • Construção (6%) – 41 mil
  • Agronegócio (5%) – 40 mil

Participação de homens e mulheres:

  • Comércio (49% homens, 51% mulheres)
  • Serviço (47% homens, 53% mulheres)

Previous ArticleNext Article
Mariana Ohde
Repórter no Paraná Portal
[post_explorer post_id="536700" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]