Agendamento de vistos para os EUA será retomado em 8 de novembro; saiba mais

O agendamento de vistos brasileiros para os EUA (Estados Unidos da América) serão retomados a partir de 8 de novembro de..

Redação - 27 de outubro de 2021, 09:28

Pedro França/Agência Senado
Pedro França/Agência Senado

O agendamento de vistos brasileiros para os EUA (Estados Unidos da América) serão retomados a partir de 8 de novembro de 2021, de acordo com a Embaixada e Consulados.

Conforme recomendação, os solicitantes de visto devem checar regularmente o site de agendamento para novos horários. Já as entrevistas marcadas poderão ser reagendadas para uma data mais próxima de acordo com a disponibilidade.

“Trazemos boas notícias para nossos amigos brasileiros e entendemos a importância das viagens entre o Brasil e os EUA. Os brasileiros podem saber que todas as equipes consulares da Embaixada e Consulados vão fazer o máximo para disponibilizar mais vagas para entrevistas,” afirmou o porta-voz da Embaixada dos EUA, Tobias Bradford, em coletiva de imprensa realizada em Brasília.

A embaixada também informou que vistos de estudantes estão sendo emitidos desde maio deste ano e continuam a ser prioridade para agendamento.

A política anunciada na segunda-feira (25) pelo governo Biden define que os viajantes completamente imunizados deverão apresentar, antes do embarque, o comprovante de vacinação - incluindo o nome, a data de nascimento, o produto vacinado e as datas da administração de todas as doses - e um teste PCR ou antígeno negativo feito até três dias antes do embarque.

Serão aceitas todas as vacinas aprovadas integralmente e para uso emergencial pelo FDA e OMS (Organização Mundial da Saúde), incluindo o mix de vacinas. A dose final deve ser administrada ao menos duas semanas antes do embarque para os EUA.

Crianças e adolescentes de até 17 anos não precisam apresentar o comprovante de vacinação, mas devem ter um teste negativo realizado no mesmo período dos adultos que os acompanham. Este novo sistema de viagens substitui as restrições existentes para o Brasil e outros países, implementando uma abordagem consistente em todo o mundo.