Anvisa proíbe alisantes de cabelo por causa de substância cancerígena

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a comercialização de cinco marcas de alisantes de cabelo que..

Jordana Martinez - 20 de março de 2018, 17:45

Foto: Pixabay
Foto: Pixabay

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a comercialização de cinco marcas de alisantes de cabelo que contém formol fora do limite tolerado pela legislação, de até 0,2%.

O formol é uma substância considerada cancerígena em contato com a pele, com os olhos ou pela inalação.

Confira os produtos que não devem ser utilizados:

As análises de Pesquisa de Formaldeído (formol) foram feitas pelo Laboratório Central de Saúde Pública de Pernambuco.

Com a decisão, os produtos não devem ser distribuídos, divulgados, comercializados e nem utilizados.

Royal Power Organic Protein Naturelle

Também foi suspenso o produto alisante Royal Power Organic Protein Naturelle da empresa Naturallmix Cosméticos Ltda. – ME. A empresa chegou a notificar o produto na Anvisa, mas deveria ter feito a solicitação de registro, pois alisantes precisam ser avaliados previamente antes de chegarem ao mercado.