Anvisa suspende pimenta com pelo de roedor “acima do limite”

Mariana Ohde


A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu, em todo o país, a distribuição e a comercialização do lote 3 da pimenta do reino preta moída, produzida pela empresa Produtos Alheiro Ltda., localizada em Contagem, Minas Gerais.

O lote foi produzido em 1º de março de 2016 e tem data de validade para dezembro de 2019. A suspensão do produto acontece em decorrência da identificação de pelo de roedor acima do limite máximo estabelecido pela RDC n° 14/2014 – de 1 em 50 gramas.

A determinação da agência foi publicada, nesta segunda-feira (15), no Diário Oficial da União (DOU). A empresa deve recolher o estoque existente no mercado do lote identificado.

Previous ArticleNext Article
Repórter no Paraná Portal
[post_explorer post_id="2601" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]