Arroz e óleo puxam inflação de 0,52% em Curitiba no mês de setembro

Redação

Arroz e óleo puxam inflação de 0,52% em Curitiba no mês de setembro

Curitiba registrou durante o mês de setembro uma inflação de 0,52%, segundo pesquisa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Os principais ‘vilões’ do índice foram o arroz, o feijão e o óleo de cozinha.

O preço do óleo de cozinha subiu 19,11%, seguido pelo arroz, feijão e outros cereais em 7,14%, pelas frutas em 4,16% e pelo leite e derivados com 4,12% de alta.

Já os legumes e as raízes apresentaram as maiores quedas nos preços com 6,95% de deflação, seguidas pelas hortaliças e verduras (6,13%) e pelo sal e condimentos (4,11%).

A inflação de 0,52% em Curitiba foi superior a média nacional em setembro, cotada em 0,45%, e bem superior ao registrado em agosto na capital paranaense, na casa dos 0,17%.

O IBGE calcula a inflação por meio do IPCA-15 (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) e faz a pesquisa em famílias com rendimento de 1 a 40 salários mínimos e abrange as regiões metropolitanas do Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte, Recife, São Paulo, Belém, Fortaleza, Salvador e Curitiba, além de Brasília e Goiânia.

Para o índice de setembro, o IBGE coletou os preços entre 14 de agosto e 11 de setembro de 2020 e comparou com os valores registrados em 15 de julho a 13 de agosto de 2020.

LEIA MAIS: Paraná registra a pior estiagem do país, e região de Curitiba enfrenta ‘seca extrema’

Previous ArticleNext Article