BNDES amplia em R$ 5 bilhões linha de crédito para empresas até de médio porte

Folhapress

Câmara aprova MP que facilita crédito a pequena e média empresas

O BNDES anunciou a ampliação em mais R$ 5 bilhões da linha de crédito destinado a micro, pequenas e médias empresas para o enfrentamento dos efeitos econômicos causados pela pandemia do novo coronavírus.

O oferecimento de novos recursos ocorre após se esgotar os outros R$ 5 bilhões extraordinários anunciados em março. Além do novo montante disponibilizado, a vigência da linha de crédito foi ampliada para dezembro.

O setor econômico mais contemplado foi o de comércio e serviços, com 79,7% dos recursos, seguido pelo de indústria de transformação (19,5%), agronegócio (0,7%) e indústria extrativista (0,1%).

“O objetivo da linha nessa segunda etapa permanece o mesmo: oferecer recursos para o uso livre das empresas, de maneira simples e ágil, por meio dos agentes financeiros parceiros (cooperativas de créditos e bancos comerciais, públicos ou privados).

Empresas com faturamento de até R$ 300 milhões anuais podem solicitar o financiamento, que pode ser, no máximo, de até R$ 70 milhões por ano, com carência de até 24 meses e prazo para pagamento de até 60 meses. As taxas de juros variam, pois são negociadas entre a empresa e o agente financeiro”, diz a nota do banco.

A linha de crédito do BNDES é acessada indiretamente, através de agentes financeiros. De acordo com o banco, 31 já atuam com essa linha de crédito.

O setor empresarial vem se queixando de dificuldades no acesso ao crédito extraordinário disponibilizado por bancos e instituições públicas. A execução do BNDES Crédito Pequenas Empresas é uma exceção entre os programas do governo.

Previous ArticleNext Article