Bolsonaro vai indicar diretor da BB Consórcios para comando do Banco do Brasil

Gustavo Uribe - Folhapress

banco do brasil bb

Com o pedido de renúncia do executivo André Brandão, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) vai indicar para o comando do Banco do Brasil o administrador Fausto de Andrade Ribeiro, atual diretor-presidente da BB Consórcios, subsidiária da instituição financeira.

A expectativa é que o nome seja anunciado por Bolsonaro ainda nesta quinta-feira (18). O administrador, que tem especialização em finanças internacionais e pós-graduação pela George Washington University, foi um indicação do ministro da Economia, Paulo Guedes, e do presidente da Caixa, Pedro Guimarães.

Brandão comunicou nesta quinta-feira (18) que irá renunciar ao cargo, com efeito a partir de 1º de abril, segundo informou o banco em comunicado ao mercado.

No comunicado, o BB informa que Brandão entregou o pedido de renúncia a Bolsonaro, a Guedes e ao presidente do conselho de administração do banco, Hélio Lima Magalhães.

O estatuto social estabelece que o chefe do banco é nomeado pelo presidente da República -portanto, cabe a Bolsonaro oficializar o novo presidente da instituição.

Brandão conquistou a antipatia de Bolsonaro em janeiro, depois de anunciar o fechamento de 112 agências do BB e um programa de desligamento de 5 mil funcionários.

Bolsonaro queria demiti-lo, mas adiou a decisão para não gerar mais desgaste após a intervenção na Petrobras.

Nesse período, Guedes tentou convencer o presidente a mantê-lo no posto, mas foi vencido. Diante da pressão, André Brandão colocou o cargo à disposição. Pesou para isso o modo como Bolsonaro tratou da troca no comando da Petrobras, fazendo críticas públicas ao presidente Roberto Castello Branco antes de anunciar a indicação do general da reserva Joaquim Silva e Luna para o cargo.

Até julho do ano passado, Brandão era do HSBC. Ele foi escolhido pelo governo para presidir o BB no lugar de Rubem Novaes.

LEIA MAIS: Luciano Hang e Carlos Wizard pressionam contra doação de vacina privada ao SUS

Previous ArticleNext Article