BRDE recebe carro elétrico e reforça compromisso com sustentabilidade

Os veículos estão cedidos para a frota do Estado para serem utilizados no sistema de compartilhamento entre servidores.

Redação - 23 de maio de 2022, 16:49

Gustavo Pontes/Casa Civil
Gustavo Pontes/Casa Civil

Um dos dez carros elétricos do projeto VEM PR foi destinado ao BRDE (Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul). A ação é promovida pelo Governo do Estado, em parceria com a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e a Fundação Parque Tecnológico de Itaipu (FPTI).

Em regime de comodato, os carros Zoe, da Renault, foram incorporados à frota estadual. O objetivo é estimular a adoção de políticas sustentáveis e a difusão de modelos inovadores de gestão governamental. O carro repassado ao BRDE faz parte deste lote.

O veículo foi entregue ao presidente do Banco, Wilson Bley Lipski, pelo chefe da Casa Civil do Governo do Estado, João Carlos Ortega, nesta segunda-feira (23), no Espaço Cultural BRDE – Palacete dos Leões. A ação está incluída no denominado “comportamento verde” do BRDE, que busca compensar a emissão, pelo banco, de gases do efeito estufa.

Uma das bases para essa conduta é o resultado do Inventário de Emissão de GEE, realizado pela Universidade Federal do Paraná, na agência do BRDE de Curitiba, que aponta os ativos e passivos ambientais em 2021. Dessa forma, o BRDE segue a trajetória para se tornar o primeiro banco verde do País.

“Precisamos ser modelo, através de um novo comportamento e, com isso, estimular outras empresas ou órgãos do próprio Governo a terem uma postura semelhante”, disse Lipski.

Ele lembrou que do volume de contratos de financiamento firmados só no primeiro trimestre desse ano 22,8% são enquadrados nas linhas de sustentabilidade e inovação e a meta é atingir os 30% até o fim do ano.

Os veículos estão cedidos para a frota do Estado para serem utilizados no sistema de compartilhamento entre servidores. Eles vêm equipados com o aplicativo MoVe, desenvolvido pelo PTI, que permite reservar os veículos disponíveis, acompanhar sua localização, monitorar a velocidade, a carga de bateria, as rotas percorridas, além de outras informações.

Os carros são desbloqueados com cartões cadastrados no sistema, têm autonomia de até 300 quilômetros e velocidade limite de 135 km/h.