Compras online crescem 12% desde o ano passado

Lucian Pichetti - CBN Curitiba


Em 11 de agosto de 1994, um morador da Filadélfia (EUA) fez a primeira compra online da história. Para adquirir um CD do cantor Sting, ele usou o cartão de crédito em um inédito sistema seguro criado por estudantes da universidade britânica LSE, no site NetMarket. A partir daí o comércio eletrônico se popularizou ao redor do mundo.

No Brasil, as vendas por meio eletrônico representaram R$ 23 bilhões no primeiro semestre de 2018, uma alta de 12,1% ante os R$ 21 bilhões registrados no mesmo período do ano passado. Os dados são da 38ª edição do estudo Webshoppers. Dentre os 27,4 milhões de brasileiros que fizeram pelo menos uma compra on-line nesse período, 4,5 milhões tiveram sua primeira experiência com comércio eletrônico.

A professora de Marketing Digital do Centro Universitário Internacional Uninter, Maria Carolina Avis, explica que essa guinada se deve a diversos fatores. “Hoje a experiência do usuário é muito otimizada, então os clientes tem pensado muito nisso”, disse.

Dentre os 27,4 milhões de brasileiros que fizeram pelo menos uma compra online nesse período, 4,5 milhões tiveram sua primeira experiência com comércio eletrônico. Maria credita o crescimento a maior segurança das transações online. “Então podemos ter certeza que comprar na internet é muito seguro. Claro que precisamos tomar cuidado com preços muito baratos”, explicou.

Tem muito empresário aí com vontade de pegar uma fatia desse bolo. Par quem deseja iniciar no ramo, a professora recomenda investir em uma boa plataforma. “A principal dica é procurar uma empresa competente para isso, uma boa agência para fazer seu site decolar”, afirmou.

Outra dica da especialista às empresas é investir em sites que se adaptem a dispositivos móveis (celular e tablet), ou em aplicativos.

 

Previous ArticleNext Article