Consumo das famílias cai pela segunda vez no ano

Joana Cunha - Folhapress

consumo das famílias cai

A Abras (associação de supermercados) divulga seus indicadores nesta quinta (9) com uma queda de 1,15% no consumo das famílias em julho em relação ao mesmo mês do ano passado. Foi o segundo recuo no consumo do ano.

Segundo os dados da entidade em junho, o Índice Nacional de Consumo nos Lares Brasileiros também havia registrado queda de 0,68% em junho na mesma base de comparação.

Na comparação mensal, o indicador subiu 4,84% entre julho e junho. No acumulado do ano o avanço é de 3,24%. A Abras atribui o avanço mensal a fatores como auxílio emergencial, Bolsa Família, vacinação e quase 51 mil novas vagas de trabalho no setor em julho.

O levantamento da Abras também aponta tendência de inflação em alta. Em julho, subiu 23,14% em relação ao mesmo mês de 2020 o custo da cesta com os 35 produtos mais vendidos em supermercados, para R$ 668,55. No Norte, que é a região mais afetada, esse valor chega a R$ 752,89, seguido pelo Sul (R$ 734,10).

No ano, os supermercados apontam que os produtos com maior alta nos preços são açúcar, ovo, carne dianteiro, café, frango congelado e outros. Em 12 meses, óleo de soja e arroz também dispararam.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="788590" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]