Conta de luz continua em bandeira vermelha e com valor extra

Por outro lado, os consumidores que recebem o benefício da Tarifa Social de Energia Elétrica terão bandeira verde em março.

Agência Brasil - 26 de fevereiro de 2022, 08:50

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil
Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

A conta de luz seguirá com a cobrança extra da bandeira vermelha pela Escassez Hídrica. O valor da taxa extra vigente é de R$ 14,20 a cada 100 kWh consumidos. Por outro lado, os consumidores que recebem o benefício da Tarifa Social de Energia Elétrica terão bandeira verde em março. Com isso, não haverá acréscimo na conta de luz dos beneficiários. A decisão foi anunciada nesta sexta-feira (25) pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Segundo o governo, esse valor extra foi necessário para cobrir os custos de energia, que ficaram mais caros em decorrência do enfrentamento do período de escassez de recursos hídricos, em 2021, o pior em 91 anos. A bandeira Escassez Hídrica segue em vigor até abril de 2022.

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, acredita que a partir de abril a bandeira de Escassez Hídrica deixará de ser aplicada. “Acreditamos que [a bandeira Escassez Hídrica] não será necessária a partir de abril. [Ela] foi utilizada para pagar o custo adicional de geração de energia. Como nós não tínhamos água para gerar as nossas usinas hidrelétricas, tivemos que contratar energia no exterior, da Argentina, do Uruguai, e tivemos que usar nossas usinas termelétricas, que são mais caras, por conta do petróleo, do óleo, por conta do gás”.