Continuidade do impeachment causa reação positiva no mercado

Mariana Ohde


Confira o boletim de abertura de mercado desta quarta-feira (10), com o superintendente regional de câmbio da SLW, João Paulo de Gracia Corrêa:

O pregão de ontem foi marcado pela volatilidade no mercado de câmbio brasileiro, porém ainda com viés de baixa para a moeda norte-americana. A desvalorização do dólar ante o real teve como driver o enfraquecimento da divisa dos EUA no exterior, expectativa de fluxo para o país, com investidores menos avessos ao Brasil e a votação no Senado da pronúncia de impeachment da presidente afastada, Dilma Rousseff. Assim, o dólar fechou o dia cotado em R$ 3,1420, recuo de 0,87%.

Hoje, as principais bolsas asiáticas fecharam com direções divergentes a espera de mais uma bateria de dados da economia chinesa entre hoje e amanhã. Já as praças europeias operam no negativo, refletindo a queda do preço do barril de petróleo e a dificuldade do Banco da Inglaterra em recomprar todos os títulos planejados no leilão de ontem. Diante do interesse menor do que o esperado, o resultado foi encarado com um fracasso do BC inglês. Os futuros de Nova York oscilam perto da estabilidade. O dólar segue perdendo para a maioria das moedas fortes e emergentes.

Aqui, os agentes domésticos devem comemorar a confirmação da decisão do Senado em dar continuidade ao processo de impeachment de Dilma Rousseff, com um placar favorável de 59 votos a favor e 21 contra. Se, por um lado, o mercado financeiro brasileiro comemora a continuidade do impeachment, na Câmara, os deputados derrubaram o veto ao reajuste salarial acima da inflação aos servidores públicos por um período de dois anos. Uma derrota para o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, que considera a manutenção da proibição como inegociável. Com esse veto, só resta agora uma contrapartida: a limitação da expansão dos gastos dos estados à inflação do ano anterior por um prazo de dois anos. Tal derrota de Meirelles pode inibir a reação positiva ao impeachment. Além do cenário político, players vão acompanhar a divulgação do IPCA de julho, que pode mostrar desaceleração. Mesmo com o dólar mais fraco no exterior e o positivismo com a continuidade do processo de impeachment da presidente afastada, a derrota de Meirelles na Câmara pode limitar a valorização do real hoje.

Acompanhe os dados do mercado em www.slw.com.br

Previous ArticleNext Article
Repórter no Paraná Portal
[post_explorer post_id="377968" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]