Desdobramentos da Lava Jato pode determinar trajetória do dólar

Mariana Ohde


Confira o boletim de abertura de mercado desta sexta-feira (17), com o superintendente regional de câmbio da SLW, João Paulo de Gracia Corrêa:

Diante dos eventos internos e externos, o dólar segue volátil no mercado de câmbio doméstico e ontem não foi diferente. Abriu em alta, seguindo o viés externo com a tensão sobre a saída do Reino Unido da União Europeia. A divisa dos Estados Unidos flertou diversas vezes com o patamar de R$ 3,50 pela manhã. Sobre a delação premiada do ex-presidente da Transpetro, Sergio Machado, o presidente em exercício, Michel Temer, deu uma coletiva de imprensa chamando de leviana, irresponsável e mentirosa tais acusações.

À tarde, com o fechamento dos mercados na Europa, o temor com o BREXIT diminuiu, as bolsas ocidentais reverteram a queda e o dólar passou a cair ante as moedas fortes e emergentes. Internamente, o dólar fechou cotado em R$ 3,4654, recuo de 0,17%.

Hoje, os investidores internacionais iniciam o pregão mais aliviados e otimistas, com a possibilidade de adiamento do referendo sobre o BREXIT, após o assassinato da deputada inglesa Jo Cox na tarde de ontem. Contrária à saída do Reino Unido da UE, as campanhas para o plebiscito foram suspensas. As principais bolsas europeias e futuros americanos operam em alta, assim como o barril de petróleo. O dólar cede ante a maioria das moedas fortes e emergentes.

Internamente, a crise política segue no radar dos agentes domésticos. Após Temer desmentir as acusações de Sergio Machado, o ex-presidente da Transpetro reafirmou em nota agora de manhã, que o presidente em exercício solicitou recursos para a campanha eleitoral de Gabriel Chalita à prefeitura de São Paulo. Se as acusações são verdadeiras ou não, o fato é que Henrique Eduardo Alves pediu demissão do cargo de ministro do Turismo e se tornou o terceiro ministro do governo Temer a cair por causa das investigações da Lava Jato. Com o exterior mais ameno e a diminuição do temor com o BREXIT, o dólar deve abrir em queda. Entretanto não descartamos uma reversão de trajetória do dólar internamente com o acirramento da crise política e os desdobramentos da delação de Sergio Machado.

Acompanhe os dados do mercado em www.slw.com.br

Previous ArticleNext Article
Repórter no Paraná Portal
[post_explorer post_id="366022" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]