Dólar permanece na casa dos R$ 3,20, mas com tendência de alta

Confira o boletim de abertura de mercado desta terça-feira (5), com o superintendente regional de câmbio da SLW, João Pa..

Mariana Ohde - 05 de julho de 2016, 08:57

Confira o boletim de abertura de mercado desta terça-feira (5), com o superintendente regional de câmbio da SLW, João Paulo de Gracia Corrêa:

Com baixo volume e liquidez reduzida devido ao feriado da independência nos Estados Unidos ontem, o dólar seguiu sua trajetória de alta com o segundo leilão de swap cambial reverso realizado pelo Banco Central. À tarde, a moeda americana ampliou seus ganhos com a piora do humor externo e no aguardo da continuidade dos leilões por parte do BC. Ao final do pregão, a divisa norte-americana fechou cotada em R$ 3,2665, alta de 1,11%.

Com o retorno do mercado americano, os negócios voltam à normalidade hoje e já com novidade. Há pouco, o Banco da Inglaterra anunciou novo estímulo à economia e decidiu afrouxar as condições monetárias para liberar crédito, aumentando a capacidade de oferta em 150 bilhões de libras. A medida ajuda a bolsa de Londres reverter o sinal negativo que predomina no mercado acionário da Europa e futuros americanos. O anúncio feito pelo BoE é insuficiente para dissipar os riscos persistentes do rompimento entre o Reino Unido e a União Europeia.

O dólar valoriza ante as moedas emergentes e o preço do petróleo volta a cair mais de 2%.

Internamente, além de monitorar o exterior, os agentes domésticos acompanham os desdobramentos políticos em Brasília, onde o presidente em exercício, Michel Temer, pretende definir a nova meta fiscal para 2017. Mesmo com o dólar em alta o BC anunciou mais um leilão de swap cambial reverso para a manhã de hoje. Com o exterior ruim e a continuidade de atuação do Banco Central no mercado de câmbio, o dólar deve abrir em alta neste pregão de terça-feira.

Acompanhe os dados do mercado em www.slw.com.br