Dólar bate recorde e fecha cotado a R$ 5,528 após rumores sobre demissão de Moro

Redação

alta do dólar, queda da bolsa, banco central, ibovespa, dólar, recorde nomial, sergio moro, mjsp

O dólar fechou o pregão desta quinta-feira (23) cotado a R$ 5,528 – o maior valor nominal da história. A moeda norte-americana teve alta de 2,19%. A iminente demissão do ministro Sérgio Moro deixou os investidores receosos na Bolsa de Valores.

Assim, o dólar bateu o recorde nominal desde a criação do Plano Real pelo segundo dia consecutivo.

O Ibovespa, principal índice da Bolsa de Valores brasileira, fechou o pregão em queda de 1,26%. A queda acelerou após o surgimento dos rumores de que o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, pediu demissão.

Chefe de uma das pastas mais importantes do governo de Jair Bolsonaro, Moro estaria descontente com a possibilidade de troca na direção da Polícia Federal. De acordo com a Folha de S. Paulo, o ex-juiz não quer a substituição de Maurício Valeixo.

Além disso, houve um esvaziamento da empolgação dos investidores com uma possível recuperação após a crise do coronavírus. Os fatores colaboraram com a queda do Ibovespa e a alta do dólar frente ao real.

 

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="695050" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]