Dólar volta a operar em alta ao fim da primeira semana do governo Temer

Mariana Ohde


Confira o boletim de abertura de mercado desta quinta-feira (19), com o superintendente regional de câmbio da SLW, João Paulo de Gracia Corrêa:

O pregão de ontem foi marcado pela forte volatilidade nos mercados financeiros. Aqui, o dólar já abriu em alta, refletindo a volta do BC com um leilão de swap cambial reverso, em tese, uma compra futura de moeda americana. Além do leilão, o mercado financeiro doméstico já apresenta sinais de ansiedade em relação à agilidade do governo em exercício de Michel Temer para sinalizar as mudanças necessárias para tirar o país da crise. Lá fora, a expectativa pela ATA do FED e o petróleo em queda no início da sessão amparavam uma valorização da divisa dos EUA no exterior. No início da tarde, o preço do barril de petróleo reverteu sua trajetória e tirou um pouco de pressão na cotação do dólar. Entretanto, o alívio foi passageiro. Com a divulgação da ATA do FED, sinalizando aos mercados que uma alta de juros nas próximas reuniões está posta à mesa, fez a moeda norte-americana registrar máximas sequenciais. Ao final da sessão, o dólar fechou cotado em R$ 3,5593, alta de 2,00%.

Hoje, os mercados financeiros devem dar continuidade ao movimento de ajustes precificando o tom mais “hawkish” da ATA do Federal Reserve divulgada ontem, com chances de o BC americano elevar os juros na reunião de junho. Além de digerir o comunicado, os investidores se retraem com a piora no preço do barril de petróleo, que cai mais de 2%. O dólar valoriza ante as moedas fortes e emergentes e as principais bolsas europeias e futuros americanos operam no negativo. Internamente, saem os dados de arrecadação de abril, a defesa do deputado afastado, Eduardo Cunha, no Conselho de Ética e a tentativa de Temer levantar os números da “herança maldita” recebida pela presidente Dilma, afastada após a aprovação do prosseguimento do processo de impeachment pelo Senado. Estima-se que o rombo no orçamento ultrapasse os R$ 150 milhões. Ele pediu à sua equipe um inventário das contas e pretende exper em um comunicado à Nação. Com o exterior ruim, e em um momento difícil para o Brasil disputar o capital mais seletivo do mercado, o dólar deve seguir em alta.

Confira os dados do mercado em www.slw.com.br

Previous ArticleNext Article
Repórter no Paraná Portal
[post_explorer post_id="358426" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]