Exportação de carne despenca depois da Operação Carne Fraca

Jordana Martinez


Dados divulgados pelo Ministério de Indústria, Comércio Exterior e Serviços  revelam que o volume de exportações de carne brasileira (bovina, suína e de frango) despencou de uma média de US$ 60 milhões por dia no mês de março, para US$ 74 mil na última terça-feira (21).

Na segunda-feira o valor das exportações de carne foi de US$ 60,5 milhões, exatamente a média do mês de março, quando o valor diário das exportações variou entre US$ 39 milhões a US$ 90 milhões.

A queda é reflexo direto da Operação Carne Fraca, da Polícia Federal, que revelou um esquema criminoso envolvendo empresários do agronegócio e fiscais agropecuários que facilitavam a emissão de certificados sanitários, em alguns casos até para alimentos inadequados para o consumo humano.

O escândalo colocou sob suspeita 21 frigoríficos em todo o país, entre eles algumas das maiores empesas do setor de alimentos, como JBS, BRF e Peccin.

Por conta das denúncias, alguns dos maiores importadores de carne brasileira suspenderam as importações, como a União Europeia, a China e a África do Sul. Outros países, como o México, o Japão, Chile, Suíça, China e Hong Kong, anunciaram restrições. A Coreia do Sul chegou a anunciar a suspensão de importação de frango, mas voltou atrás.

Na segunda-feira, o Ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi (PMDB), anunciou que o Brasil suspendeu temporariamente a exportação de carnes das empresas investigadas.

Previous ArticleNext Article
Jordana Martinez
Profissional multimídia com passagens pela Tv Band Curitiba, RPC, Rede Massa, RicTv, rádio CBNCuritiba e BandNewsCuritiba. Hoje é editora-chefe do Paraná Portal.