Frio intenso aumenta movimento do comércio no Paraná

Andreza Rossini


As baixas temperaturas registras no Paraná ao longo desta semana aumentou o movimento no comércio de roupas e calçados no Paraná. As vendas destes itens no varejo aumentaram desde abril, quando o estado teve a primeira onda de baixas temperaturas do ano. O salto médio na aquisição de sapatos, por exemplo, foi de 17,89% em abril, na comparação com o mês de março. O setor de vestuário teve alta de 14,62% no período. Os dados são da Pesquisa Conjutural da Federação do Comércio de Bens, Serviço e Turismo do Paraná, a Fecomércio.

De acordo com a coordenadora de pesquisas da entidade, Priscila Takata, além do frio as ofertas ajudaram a aumentar o movimento nas lojas. “Existe um estímulo por parte dos empresários de fazerem promoções nesta época do ano para ajudar a alavancar as vendas e não depender apenas das alterações das estações. Também vemos que os produtos de inverno tem um produto agregado maior e realmente alavanca as vendas”, afirmou em entrevista à rádio BandNews Curitiba.

Os calçados foram os itens mais vendidos no leste do Paraná, que engloba Curitiba e Região Metropolitana, com alta de 34,97% nas vendas. “Como Curitiba é uma cidade mais fria que o interior isso influência bastante também. Vemos também um comportamento parecido no Litoral, mas em Londrina, Maringá e as regiões mais a Oeste nós não percebemos esse comportamento”, disse.

A maior procura no interior foi por roupas, com aumento de 36,06% em comparação ao mês anterior, em Londrina, no norte do estado. A expetativa é que o comércio continue agitado devido ao frio que continua na região.

No acumulado do ano o setor apresentou retração de 7,43% nas vendas e de 6,7% no total de funcionários.

Previous ArticleNext Article