Indústria de alimentos anuncia compensação ambiental de 100% das embalagens

De acordo com a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), o setor industrial tem responsabilidade de realizar a logística reversa.

Redação - 19 de maio de 2022, 14:29

(Foto: Reprodução/Google Street View)
(Foto: Reprodução/Google Street View)

A indústria de alimentos Jasmine anunciou nesta semana a compensação ambiental de 100% das embalagens. Entre as ações previstas está a logística reversa, com rastreamento, informação exata de resíduos que estão sendo reciclados e em quais cooperativas, para que se tenha um controle ainda maior dos processos. 

De acordo com a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), o setor industrial tem responsabilidade de realizar a logística reversa. Ou seja, as empresas precisam coletar embalagens usadas após o consumo em volumes estabelecidos em acordos setoriais por tipo de matéria-prima e inseri-las em novos ciclos produtivos.

“Em 2021, realizamos a compensação de 22% das embalagens. Para 2022, será de 100%. Enxergamos essa iniciativa como prioridade no nosso plano de atuação deste ano, com ações cada vez mais abrangentes e efetivas de sustentabilidade”, afirma Indra Marianna Adimari, especialista de marketing da empresa.

No Brasil, apenas 50% do lixo é coletado, porém, somente 3% do resíduo reciclável é reciclado, segundo levantamento feito pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).