Mais rico do mundo pela Forbes, fundador da Amazon é o primeiro com fortuna de 12 dígitos

Roger Pereira

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Com patrimônio estimado em US$ 112 bilhões (cerca de R$ 360 bilhões), Jeff Bezos é o primeiro bilionário a ter uma fortuna de 12 dígitos, segundo a tradicional lista da Forbes.
De acordo com o ranking, Bezos tem US$ 22 bilhões a mais do que Bill Gates, fundador da Microsoft -e o mais rico na lista de 2017-, que atualmente se dedica a atividades filantrópicas.
O crescimento da riqueza de Bezos no ano passado, de US$ 39 bilhões, foi o maior já registrado na história da lista.
Os dois são seguidos pelo veterano do mercado financeiro Warren Buffett (US$ 84 bilhões), pelo francês Bernard Arnault (US$ 72 bilhões), dono do grupo de artigos de luxo LVMH -da marca Louis Vuitton-, e por Mark Zuckerberg, fundador do Facebook (US$ 71 bilhões).
A Forbes identificou 2.208 bilionários de 72 países. O grupo tem patrimônio total de US$ 9,1 trilhões.
A lista deste ano inclui 259 novos bilionários. Por outro lado, 121 pessoas deixaram a lista.
Com fortuna de US$ 4,6 bilhões, Chris Larsen, cofundador da Ripple, empresa de pagamentos usando criptomoedas, e Changpeng Zhao (US$ 1,4 bilhão), da corretora Binance, foram os primeiros bilionários do mercado das moedas digitais identificados pela Forbes.
Com 585 listados, os Estados Unidos foram o país com o maior número de bilionários, seguido pela China com 373.
BRASIL
O Brasil aparece representado na lista deste ano por 41 bilionários, um a menos do que em 2017.
Jorge Paulo Lemann, um dos donos da cervejaria AB InBev, lidera o ranking nacional, com patrimônio de US$ 27,4 bilhões. Ele é o 29º no ranking geral.
Lemann é seguido pelo banqueiro Joseph Safra (US$ 23,5 bilhões e 36º do mundo). A seguir estão os sócios de Lemann, Marcel Telles (US$ 14 bilhões) e Beto Sicupira (US$ 12 bilhões).
Dois nomes brasileiros aparecem pela primeira vez na lista de 2018.
Luiz Frias, presidente do Grupo Folha, que edita a Folha de S.Paulo, é o 12º brasileiro e o 791º de toda a lista, com patrimônio de US$ 3 bilhões.
Seu aparecimento no ranking é consequência da abertura de capital do Pagseguro (empresa de pagamentos do UOL, parte do grupo) na bolsa de Nova York (Nyse).
A empresa, dona do sistema de pagamentos de compras, levantou US$ 2,3 bilhões com a venda de ações, maior oferta realizada por uma companhia brasileira nos Estados Unidos.

Post anteriorPróximo post
Roger Pereira
Repórter do Paraná Portal
Comentários de Facebook