Mercado acompanha reunião do Copom

Mariana Ohde


Confira o boletim de abertura de mercado desta quarta-feira (20), com o superintendente regional de câmbio da SLW, João Paulo de Gracia Corrêa:

A divulgação, ontem, do índice de sentimento econômico medido pelo Instituto ZEW na Alemanha – que despencou de 19,2 em junho para -6,8 em julho – refletiu as preocupações dos investidores com atentado terrorista na França, os possíveis efeitos do Brexit e a tentativa de golpe na Turquia.

O cenário ruim fez os agentes evitarem novamente os ativos de risco e de maior rentabilidade, migrando para a segurança dos Títulos americanos e alemães, além da busca pelo dólar americano. Durante a tarde, o FMI e o Instituto Internacional de Finanças (IIF) melhoraram as previsões de crescimento econômico para o Brasil em 2016 e 2017. Com isso, o dólar reduziu suas perdas ante o real e fechou cotado em R$ 3,2572, leve alta de 0,22%, após ter registrado a máxima de R$ 3,277 durante a manhã.

As principais bolsas europeias e futuros americanos ensaiam uma recuperação hoje, após as perdas de véspera com balanços mistos nos Estados Unidos e o indicador de confiança fraco na Alemanha. O movimento externo está amparado na divulgação da taxa de desemprego no Reino Unido, que caiu ao menor patamar desde 2005, em 4,9%.

Aqui, os players locais vão monitorar a reunião do COPOM, com seu novo presidente, Ilan Goldfajn, e a nova diretoria. As apostas são de manutenção da taxa SELIC. O que o mercado quer ver é o comunicado divulgado logo após a decisão da politica monetária, prevista para as 18h30.

No mercado de câmbio internacional, o dólar tem direções divergentes entre as demais moedas. Aqui, a divisa dos Estados Unidos tende a abrir com um leve viés de queda.

Acompanhe os dados do mercado em www.slw.com.br

Previous ArticleNext Article
Mariana Ohde
Repórter no Paraná Portal