14% dos brasileiros querem comprar imóvel nos próximos meses; lançamentos disparam em Londrina

Redação

mercado imobiliário, imóvel, londrina, a.yoshii

Mais de 14,5 milhões de famílias brasileiras têm intenção de comprar um imóvel nos próximos 24 meses, segundo a pesquisa mais recente da Datastore, divulgada neste semestre. O resultado representa um aumento no índice de compra de 28,7%, nos segmentos popular, médio padrão e alto luxo.

Considerando apenas o ano de 2021, o interesse na compra de imóveis chega a 59%, representando mais de 8,4 milhões de famílias na intenção de compra imediata. Esse índice, de acordo com a empresa de pesquisas, foi notado pela última vez há mais de dez anos, em 2009.

A alta movimenta o setor e estimula lançamentos, como aponta a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC). Somente no segundo trimestre de 2021, houve um crescimento de 60% no número de novos empreendimentos, quando comparado ao mesmo período de 2020.

LANÇAMENTOS AQUECEM O MERCADO IMOBILIÁRIO EM LONDRINA

O Grupo A.Yoshii, fundado no Paraná e com sólida atuação no estado, projeta fechar o ano de 2021 com 17 lançamentos em Londrina, Maringá, Curitiba e Campinas.

“A alta procura por imóveis tem grande relação com as novas rotinas e restrições impostas pela pandemia. As pessoas estão à procura de imóveis que ofereçam mais qualidade de vida, comodidade, segurança e permitam uma maior integração familiar. Estamos atentos a isso e também a todos os movimentos de mercado, inclusive por conta das mudanças políticas e econômicas que devem ocorrer nos próximos meses”, avalia o superintendente da A.Yoshii em Londrina, Pedro Mota.

Ele destaca também a busca por regiões estruturadas, com comércio e serviços consolidados. Em Londrina, um dos bairros de maior valorização é a Gleba Palhano, endereço do imóvel Artsy, lançamento da A.Yoshii, com 89 m² de área privativa e diferenciais que atendem aos novos hábitos das famílias.

O imóvel decorado, que pode ser visitado no showroom da construtora, traz inspirações “de um projeto jovem, que expressa a liberdade em ‘viver’ os ambientes, que estão totalmente integrados pensando na facilidade em receber, trabalhar e relaxar ao mesmo tempo”, comenta a arquiteta Juliana Meda.

*Com informações de assessoria de imprensa

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="791780" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]