Ministra da Agricultura visita Show Rural e elogia atuação de Itaipu

Pedro Ribeiro

A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias, elogiou o trabalho da Itaipu Binacional voltado ao desenvolvimento territorial, na tarde desta sexta-feira (8), no estande da empresa no Show Rural Coopavel 2019, em Cascavel (PR).
“A gente vê essa empresa com muito orgulho, pois sabemos como ela faz a diferença na região. O que seria do Paraná, do Paraguai, do Mato Grosso do Sul, se não houvesse a Itaipu?”, questionou a ministra.
A declaração foi feita durante o lançamento do livro “O Mistério do Ribeirão Vermelho”, de Wilham Santin, que aborda os temas da conservação de solos e do plantio direto com foco no público infantil. A obra foi idealizada e organizada pelos filhos de Herbert Bartz, pioneiro do sistema de plantio direto na América Latina.
Além da ministra, do autor do livro e do próprio Herbert Bartz, participaram do evento o vice-governador do Paraná, Darci Piana; o diretor-geral brasileiro da Itaipu Binacional, Marcos Stamm; o diretor da Coopavel, Dilvo Grolli; o prefeito de Cascavel, Leonaldo Paranhos; o presidente da Federação Brasileira de Plantio Direto, Jônadan Hsuan Min Ma; o diretor de Coordenação da Itaipu, Newton Kaminski; o diretor administrativo da usina, João Ferreira; e o diretor-superintendente do Parque Tecnológico Itaipu, Jorge Callado, entre outras autoridades.
Tereza Cristina também destacou a iniciativa de Herbert Bartz, que introduziu o plantio direto na palha no início da década de 70, no interior do Paraná. “O senhor foi um visionário, e temos muito a lhe agradecer”, disse a ministra.
Atualmente, 62% das terras cultivadas no Brasil utilizam a técnica do plantio direto, que permite uma agricultura mais sustentável e mais resiliente, equilibrada e menos dependente das intempéries ambientais.
“Gerar energia e cuidar do meio ambiente são as duas atividades mais importantes para a Itaipu”, disse o diretor Marcos Stamm. “É por isso que investimos em boas ideias, como a do plantio na palha. A integração da usina com a área onde está inserida é fundamental”, completou.
A importância do apoio da Itaipu a ações de desenvolvimento também foi reforçada por Darci Piana. “É muito importante para o governo do Estado saber que podemos contar com o apoio da Itaipu”, enfatizou o vice-governador.
A produção do livro “O Mistério do Ribeirão Vermelho” contou com o apoio da Itaipu Binacional, Federação Brasileira de Plantio Direito e Irrigação, Fundação Agrisus, Dow Agroscience, Cooperativa Industrial Integrada, Jacto, Tatu Marchesan, Microgeo e Universidade Positivo.
Sobre o Livro
“O Mistério do Ribeirão Vermelho” conta a história de três irmãos, Johann, Wieland e Marie Bartz, que aprendem com o pai, Herbert Bartz, como combater a erosão por meio do plantio direto. O texto é de Wilhan Santin, com ilustrações de Waldomiro Neto e design de Ricardo Gurgel. O livro é indicado para crianças de 5 a 12 anos.
O objetivo do livro é contribuir, de forma lúdica, com a aprendizagem de conteúdos que envolvem a segurança hídrica e o desenvolvimento sustentável na perspectiva da educação para a sustentabilidade. Também visa contribuir para o conhecimento e preservação da história da agricultura conservacionista no Brasil.
Segundo Marie Bartz, a intenção é produzir no futuro novos volumes para dar continuidade à história do Ribeirão Vermelho, com outros conceitos e técnicas da agricultura sustentável.
Parte das edições do livro será distribuída na rede de ensino de Rolândia e Londrina (PR), região onde reside a família Bartz.
Depois do lançamento, a versão em PDF do livro ficará disponível para download gratuito no site da Federação Brasileira de Plantio Direto na Palha (https://febrapdp.org.br/), em português e, em breve, em espanhol, francês, alemão e inglês.

Post anteriorPróximo post
Pedro Ribeiro
Pedro Ribeiro é jornalista com passagens pela Gazeta do Povo, Folha de Londrina e O Estado do Paraná. Foi pioneiro com a criação do jornal eletrônico Documento Reservado e editor da revista Documento Reservado. Escreveu três livros e atuou em várias assessorias, no governo e na iniciativa privada, e hoje é editor de política do Paraná Portal.
Comentários de Facebook