Movimentação de cargas em Antonina cresce 15%

Francielly Azevedo


Com AEN

O Porto de Antonina aumentou em 15% a movimentação de cargas no primeiro trimestre de 2017, se comparado com o mesmo período de 2016. Entre os meses de janeiro e março deste ano foram movimentadas 341 mil toneladas pelo terminal. Já no ano de 2015, a movimentação de cargas no mesmo período foi de 295 mil toneladas.

A marca se deve aos recentes investimentos realizados pela Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) e do Governo do Estado. “Trabalhamos nos últimos anos para recolocar o Porto de Antonina na rota do comércio exterior. Foi assim quando retomamos a importação de fertilizantes há alguns anos, quando passamos a operar açúcar em 2015 e, no ano passado, quando o farelo de soja entrou no portfólio de cargas movimentadas”, afirma o secretário de Infraestrutura e Logística, José Richa Filho.

 

Importações

Nos primeiros meses do ano, foram importadas 299 mil toneladas de fertilizantes e exportadas 26 mil toneladas de farelo de soja e 15 mil toneladas de açúcar ensacado.

Segundo o diretor-presidente da Appa, Luiz Henrique Dividino, este crescimento se deve ao aumento da produtividade do porto. “Estamos basicamente com o mesmo número de atracações do ano passado, mas a operação está mais eficiente. Isso só é possível por conta dos vários investimentos feitos na estrutura portuária e em dragagem”, explica Dividino. O aumento na movimentação de cargas em Antonina é um importante motor para a economia local, gerando renda e empregos para o município.

 

 

Previous ArticleNext Article
Jornalista, formada pela Universidade Tuiuti do Paraná. Tem passagens pela TV Educativa, TV Assembleia, TV Transamérica, CATVE, Rádio Iguassu e Folha de Londrina. Atualmente trabalha no Paraná Portal e na Rádio CBN.
[post_explorer post_id="427564" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]