BRDE financia R$ 40,3 milhões em projetos na Expoingá

Jordana Martinez


O BRDE firmou sete contratos de financiamento de projetos do Norte do Paraná durante a Expoingá, a Exposição Agropecuária, Industrial e Comercial de Maringá. A formalização foi feita pelo diretor de operações do BRDE, Wilson Quinteiro, nesta quinta-feira (12). Os contratos somam R$ 40,3 milhões e abrangem empreendimentos nas áreas de inovação, comércio, serviços e indústria.

De acordo com o diretor-administrativo do BRDE, Orlando Pessuti, esses contratos representam uma amostra dos vários projetos financiados na região Norte do Paraná, que tem apresentado grande crescimento e desenvolvimento nos últimos anos. “A atuação do BRDE no Norte Central paranaense é forte. Para se ter uma ideia das operações do banco no Norte do Estado, o Banco financiou no ano passado projetos em Maringá e região no valor de R$ 349 milhões”, disse Pessuti.

Um dos empreendimentos que receberá financiamento do BRDE é a Tecnospeed, que atua no ramo de tecnologia. A empresa, com sede em Maringá, buscou o BRDE para obter recursos para o desenvolvimento de um novo produto, que deve ampliar a abrangência do negócio. Com distribuidores no Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro e Mato Grosso do Sul, a empresa vai investir na internacionalização de seus produtos a partir do próximo ano.

Segundo o sócio-executivo da empresa, Erike Almeida, o apoio do BRDE, que vai disponibilizar crédito de R$ 600 mil para a empresa, é fundamental nesta nova etapa do empreendimento.

“Se não tivéssemos o apoio do Banco, provavelmente esse projeto acabaria engavetado, como outros tantos de empresas da área de inovação”, explica.

O diretor de Operações do BRDE, Wilson Quinteiro, lembra que o Banco tem fortalecido sua atuação no setor da inovação e tecnologia, beneficiando empresas como a Tecnospeed. Além das linhas de financiamento voltadas para a inovação, o banco participa de fundos, como o Criatec 3, no qual aportou R$ 12 milhões.

“Estamos vendo o BRDE cumprir sua missão como instituição de desenvolvimento da Região Sul, oportunizando sempre novos investimentos no setor de inovação”, disse. Quinteiro destacou a atuação do Banco dentro do sistema paranaense de fomento e afirmou que o governo estadual tem trabalhado muito para incentivar o setor produtivo em todas as regiões do Estado. “Só aqui na Expoingá, o BRDE disponibilizou R$ 100 milhões em crédito para a região”, disse o diretor de Operações.

COOPERATIVAS – Entre os contratos assinados, três são com cooperativas. Com a Cocari serão dois contratos assinados. Um deles, de R$ 14,7 milhões, será aplicado na expansão e modernização das unidades de recebimento, beneficiamento e armazenagem de grãos da cooperativa nos municípios de Itambé, Kaloré, Marialva e São Pedro do Ivaí. Os recursos referentes ao outro contrato, no valor de R$ 8,8 milhões, serão investidos na ampliação da capacidade de armazenamento estático de grãos na Unidade de Ortigueira.

Já com a Integrada Cooperativa Agroindustrial, o valor do novo financiamento é de R$ 14,8 milhões para a ampliação e modernização das unidades de Andirá, Marialva e Cornélio Procópio.

Para o diretor-presidente da cooperativa, Jorge Hashimoto, a parceria com o BRDE tem se mostrado fundamental para o crescimento da cooperativa, beneficiando todos os cooperados.

“O banco, com sua estrutura técnica altamente capacitada, sempre nos recebe muito bem, procurando atender as nossas necessidades da melhor forma possível. Esperamos que essa parceria continue por muito tempo”, explica Hashimoto.

COOPERAÇÃO – O BRDE também assinou nesta quinta-feira (12) um contrato de cooperação técnica com a Associação Comercial e Empresarial de Maringá (Acim). O acordo prevê a colaboração recíproca entre as instituições, visando ao desenvolvimento econômico, com foco nas empresas afiliadas da Associação.

Para o presidente da Acim, José Carlos Valêncio, a parceria vai facilitar o acesso dos empresários da região de Maringá aos financiamentos do banco. “Os recursos do BRDE são muito interessantes para o nosso público-alvo formado, em grande parte, por empresários do comércio, serviços e indústria. Esse convênio vem na hora certa”, finaliza Valêncio.

CONTRATOS RATIFICADOS NA EXPOINGÁ

S & S COM DE ROUPAS EIRELI: R$ 185 mil

Os recursos serão usados para revitalização da loja, que espera aumentar o faturamento em 25% após a conclusão das obras. Criada em 1999, a loja atua como uma franquia da marca Polo Play, atendendo principalmente o público A e B.

TECNOSPEED TEC DA INFORMAÇÃO: R$ 600 mil

A empresa vai investir os recursos no desenvolvimento de uma solução hardware e software que permitirá aos clientes acesso à internet, sem a necessidade de senhas, mas com segurança. Servirá de plataforma para comunicação com o cliente e para disponibilizar à empresa um banco de dados, permitindo ações de marketing dirigidas.

FARINHA MANIVA IND DE ALIMENTOS LTDA: R$ 800 mil

Os recursos serão usados para capital de giro da empresa, criada em 1995, e que hoje produz mensalmente cerca de 700 toneladas de derivados de mandioca, como farinha, fécula, polvilho e tapioca.

INTEGRADA: R$ 14,8 milhões

O financiamento de R$ 14,8 milhões será aplicado na ampliação da capacidade de armazenagem de milho na Unidade de Andirá, que passará de 25,2 mil toneladas para 43,2 mil toneladas; ampliação da capacidade de armazenagem de grãos na Unidade de Marialva, que subirá de 18,8 mil toneladas para 36,8 mil toneladas; e modernização da estrutura de expedição da Unidade de Cornélio Procópio.

ÁGUIA IMPERIAL PLACAS: R$ 450 mil

Os recursos serão usados para a expansão das instalações da empresa, com a construção de edificação de 525,36 metros quadrados, com escritório, instalações administrativas e pátio para vistoria de veículos, coleta de decalques e substituição de placas e tarjetas.

COCARI: R$ 14,7 milhões e R$ 8,8 milhões

O primeiro financiamento, com valor de R$ 14,7 milhões, será usado expansão e modernização das unidades de recebimento, beneficiamento e armazenagem de grãos da cooperativa nos municípios de Itambé, Kaloré, Marialva e São Pedro do Ivaí. O outro contrato, no valor de R$ 8,8 milhões será aplicado na ampliação da capacidade de armazenamento estático de grãos na Unidade de Ortigueira.

Além desses, também foram assinados 17 contratos com produtores conveniados à GT Foods (Frangos Canção) e à Cocari.

Previous ArticleNext Article
Jordana Martinez
Profissional multimídia com passagens pela Tv Band Curitiba, RPC, Rede Massa, RicTv, rádio CBNCuritiba e BandNewsCuritiba. Hoje é editora-chefe do Paraná Portal.