Operação Páscoa: Fiscalização multa empresas por irregularidades em produtos

Fernando Garcel


O Instituto de Pesos e Medidas do Paraná (Ipem) divulgou o balanço da Operação Páscoa nesta sexta-feira (30). Mais de 2,6 mil unidades de produtos, entre chocolates e pescados, foram avaliados em laboratórios e 1,1 mil passaram por avaliações preliminares. Segundo o órgão, 28 autos de infração por falta quantitativa e por irregularidades formais na embalagem dos produtos foram lavrados e as multas podem chegar a R$ 1,5 milhão.

Neste ano, a Operação Páscoa começou em dezembro e terminou na quarta-feira (28). De acordo com o presidente do Ipem, Oliveira Filho, os agentes visitaram diretamente os fabricantes, antes mesmo de disponibilizarem os produtos aos consumidores paranaenses. “O objetivo da Operação foi garantir produtos comercializados dentro dos padrões das normas estabelecidas pelo Inmetro, e manter o equilíbrio nas relações comerciais”, disse o presidente.

Durante a ação de fiscalização, os fiscais pesaram ovos e chocolates de diferentes marcas, e pescados congelados. Além disso, observaram descrições de embalagem, indicação de faixa etária para ovos com brindes, orientações de uso, e a impressão do selo do Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia) para os brinquedos.

“Os chocolates tiveram diferenças fora dos padrões legais, mas os pescados chegaram à diferença média de até 120 gramas, em produto com 800 gramas”, conta o gerente de Pré-Medidos do Ipem, Sérgio Camargo.

As empresas autuadas pelo têm dez dias para apresentar defesa ao órgão estatal. De acordo com a lei federal 9.933/99, as multas podem chegar a R$ 1,5 milhão.

 

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="514000" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]