Paraná foi o terceiro estado que mais gerou empregos, segundo o Caged

Joyce Carvalho - CBN Curitiba e CBN Curitiba


O Paraná foi o terceiro estado brasileiro que mais gerou empregos no País, entre os meses de janeiro e maio. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho. Curitiba também teve destaque nacional, sendo a quarta cidade que mais criou postos de trabalho no mês passado.

Nos primeiros cinco meses de 2018, foram criadas 38.699 vagas de trabalho no Paraná, o que colocou o estado no terceiro lugar no ranking nacional de geração de empregos. O Paraná ficou atrás de São Paulo e Minas Gerais, divulgadas nesta semana.

Houve um aumento de 38% na geração de vagas na comparação com o mesmo período de 2017. De acordo com apuração do governo do Estado, este foi o melhor resultado dos últimos quatro anos.

Especificamente em maio deste ano, o Paraná registrou a criação de 1.798 postos de trabalho com carteira assinada. Apesar disto, houve queda em relação a abril. Mas a avaliação é positiva, segundo o secretário especial do Trabalho e Relações com a Comunidade, Paulo Rossi

“Os dados do mês de maio demonstram que o Paraná continua com uma geração de empregos de forma positiva. A indústria da transformação teve retração, mas por outro lado o setor de serviço continua em expansão”, afirmou.

Em maio, os destaques na contratação de pessoal foram os setores de serviços, construção civil, agropecuária e extração mineral. A secretaria do Trabalho ressaltou que os segmentos de Serviços e Indústria de Transformação são responsáveis por quase 90% da geração de empregos no Estado.

Quanto aos municípios com maior destaque na contratação de funcionários, Curitiba se destacou no mês de maio. Conforme dados do Caged, a capital paranaense teve um saldo positivo de 954 postos de trabalho. Além de ocupar o primeiro posto na geração de empregos no Paraná, foi a quarta cidade que mais criou postos de trabalho no País.

Previous ArticleNext Article