Paraná deixou de arrecadar R$ 1,6 bilhão em ICMS pelo coronavírus

Redação

Paraná deixou de arrecadar R$ 1,6 bilhão em ICMS pelo coronavírus

Além dos impactos sociais pelas 419 vítimas fatais, o novo coronavírus (Covid-19) também causou R$ 1,614 bilhão em queda na arrecadação de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) ao Governo do Paraná.

Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (19) pelas secretarias da Fazenda e do Planejamento e Projetos Estruturantes.

Somente no mês de maio foi registrada uma queda de 29,9% em comparação ao mesmo período do ano passado, com R$ 776 milhões deixando de entrar nos cofres públicos do Paraná.

Mesmo com a inclusão dos valores recebidos nos meses de janeiro e fevereiro, o Paraná registrou uma queda de receitas na casa dos 8,8% em comparação ao mesmo período do ano passado.

O Governo do Paraná estima perder mais de R$ 3 bilhões em receitas ao final do ano, sendo que o Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus irá destinar  1,7 bilhão (uso livre) e cerca de R$ 3,2 milhões da cota destinada a ações exclusivas na saúde pública aos cofres do estado.

Dentro os setores econômicos, o Paraná manteve a tendência nacional com apenas o agronegócio não apresentando queda no período.

Já os setores de combustíveis (-60,9%, ou R$ 381,3 milhões) e de automóveis (-56,8%, ou R$ 112,5 milhões) tiveram os piores índices.

Entre os produtos do setor varejista, supermercados (10%) e farmácias (9%) apresentaram alta nas vendas, enquanto calçados (-32%), vestuário e acessórios (-29%), restaurantes e lanchonetes (-27%), cosméticos e perfumes (-21%) e veículos novos (-19%) tiveram queda nos cinco primeiros meses do ano.

Previous ArticleNext Article