Paraná tem saldo positivo de novos empregos pelo terceiro mês seguido

Rafael Nascimento e Redação


O Paraná abriu 17.061 empregos com carteira assinada em agosto, de acordo com dados divulgados nesta quarta-feira (30) pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), ligado ao Ministério da Economia.

Este é o terceiro mês seguido que o estado tem saldo positivo na criação de postos de trabalho. No comparativo com o balanço de julho, que indicou 8.833 novas vagas, o Paraná registrou aumento de 93% na geração de empregos.

Os 17.061 empregos com carteira assinada no estado também representam o melhor desempenho do Paraná desde o início da pandemia da covid-19, em março, e o quarto resultado entre todos os estados do Brasil, atrás apenas de São Paulo (64.552), Minas Gerais (28.339) e Santa Catarina (18.375).

“São números bastante representativos e significativos, que mostram que as decisões tomadas pelo Governo do Estado estavam certas, mesmo diante de um cenário de incertezas decorrente da pandemia. A evolução é nítida e esperamos fechar o ano com uma taxa ainda mais robusta”, afirma o governador Ratinho Junior.

Ainda que reforce a retomada da economia no estado, no acumulado do ano o Paraná segue com saldo negativo de empregos. Até agosto, 734.771 foram contratados, enquanto outros 751.614 foram dispensados – déficit de 16.843 vagas.

EMPREGOS NA INDÚSTRIA E COMÉRCIO EM ALTA

De acordo com os números do Caged, os setores que mais se destacaram em agosto no Paraná foram da indústria de transformação, com 6.993 empregos criados. Na sequência, destaque para o comércio (3.914), serviços (2.843), construção civil (2.678), agricultura (493) e indústrias de utilidade pública (140).

As cidades do estado com melhor desempenho em agosto foram Curitiba (3.219 empregos gerados), Ponta Grossa (1.220), Londrina (1.198), Maringá (772), São José dos Pinhais (673), Rolândia (556), Arapongas (549), Umuarama (349), Telêmaco Borba (309) e Colombo (300).

Previous ArticleNext Article