Primeiro carro elétrico produzido em série no Brasil é concluído no PR

Um grupo de engenheiros eletricistas e mecânicos de Curitiba criou o primeiro veículo 100% elétrico a ser fabricado em s..

Redação - 10 de janeiro de 2020, 21:00

Divulgação
Divulgação

Um grupo de engenheiros eletricistas e mecânicos de Curitiba criou o primeiro veículo 100% elétrico a ser fabricado em série no Brasil. Foram necessários dois anos de pesquisas e diversos testes com protótipos para tirar o projeto do papel.

O veículo 100% elétrico do tipo buggy também contou com o trabalho de designers e foi projetado para atender a demanda turística do Brasil. Batizado de Buggy Power, o carro elétrico tem diferentes tecnologias embarcadas e pode ser conectado por smartphone.

Equipado com baterias de íons de lítio de última geração, que também estão sendo 100% montadas no Brasil, o carro é ambientalmente correto, tem zero ruído, zero emissões e zero poluição, segundo a eiON, fabricante do veículo.

O tempo de recarga das baterias do modelo padrão do buggy varia entre 2 a 5 horas, dependendo se for carregado em uma tomada 220 ou 110V, respectivamente. O Buggy Power pode percorrer 100 km com menos de R$ 9,00 e tem autonomia acima de 200 km nas versões mais exclusivas.

INÍCIO DA PRODUÇÃO EM SÉRIE

Com base na informação de consultores que atuam neste nicho de mercado, a eiON estima que a demanda por buggies no país seja de mil unidades por ano. Além disso, também existe uma demanda internacional.

A produção do Buggy Power em escala comercial está prestes a ser iniciada. “O processo do desenvolvimento do veículo elétrico nacional seguiu o padrão globalmente adotado em processos de inovação, com a fabricação de um primeiro protótipo, normalmente chamado de protótipo alfa, seguido da industrialização de um protótipo beta, com diversos aprimoramentos e adaptações para produção em escala, e de um lote de veículos chamado de cabeça de série, que já está em processo de fabricação, com a estruturação de toda a cadeia produtiva”,  afirma  o diretor da startup Hélio Mitsuo Sugai.

O Buggy Power foi projetado para trabalhar com o sistema chamado de packs expansivos de baterias, com três opções de autonomia, que contam com um, dois ou três packs de baterias, além de diversos outros opcionais à escolha do cliente.

Para os interessados, o buggy elétrico da eiON já tem preço final a partir de R$ 99 mil e disponibiliza informações no site. Mesmo a versão mais simples do Buggy Power já vem equipada com freios à disco nas quatro rodas, acelerador eletrônico, controle eletrônico de tração, sistema de frenagem r egenerat iva (KERS), tração traseira, bancos anatômicos e equipamento de segurança Santo Antônio inserido na carroceria.

O Buggy Power será comercializado com garantia de um ano. O motor elétrico terá garantia de 10 anos, sendo que as baterias poderão ser contratadas com garantia estendida de até 5 anos.

Como o veículo é equipado com powertrain fabricado no Brasil, além de ser o único veículo elétrico a ser produzido em série no país, também é o que tem o maior índice de nacionalização de componentes.

Até o presente momento, com a estruturação da startup, desenvolvimento dos protótipos e do lote de veículos cabeça de série, todos os custos foram suportados pelos idealizadores do veículo elétrico nacional, sem a participação de investidores institucionais.

Confira algumas vantagens do buggy 100% elétrico nacional:

Mais “limpo”

O veículo não emite gases poluentes.

Mais silencioso

O buggy praticamente não emite ruídos.

Econômico

Proporciona mais de 70% de economia no custo do quilômetro rodado quando em comparação com os buggies a combustão.

Manutenção

O motor elétrico é praticamente isento de manutenção, não necessitando de regulagens ou trocas de óleo. As peças mecânicas (freios, suspensão, etc.) são as mesmas já utilizadas nos buggies tradicionais.

Segurança

O carro é seguro, confiável, tem baixo custo de manutenção e é mais durável em comparação aos modelos convencionais.

Desempenho

A performance é semelhante a um buggy comum, sendo o torque nas rodas controlado eletronicamente, com monitoramento online das baterias de íons de lítio de última geração.