Processo para venda da Repar, na Grande Curitiba, vai ser reiniciado pela Petrobras

Redação

repar, petrobras

Nesta segunda-feira (8), a Petrobras informou que o processo para venda da Repar, Refinaria Presidente Getúlio Vargas, foi encerrado. Ele deve ser reiniciado nos próximos dias pela companhia.

“A Petrobras recebeu também propostas vinculantes para venda da REPAR, no Paraná, mas decidiu pelo encerramento do processo, uma vez que as condições das propostas apresentadas ficaram aquém da avaliação econômico-financeira da Petrobras.”

Em setembro de 2020, a Petrobras disse que três grupos haviam apresentado propostas pela Repar, com propostas próximas. Já em janeiro de 2021, a companhia confirmou que estava analisando os dados, mas que o valor estava abaixo do esperado. “A companhia iniciará tempestivamente novo processo competitivo para essa refinaria.”

Além disso, também foi divulgado que o processo competitivo da Unidade de Industrialização do Xisto (SIX), em São Mateus do Sul, na região sul do Paraná, continua em andamento ” visando a assinatura dos contratos de compra e venda”.

No mesmo comunicado, a Petrobras detalhou que concluiu a rodada final da fase vinculante do processo de venda da Refinaria Landulpho Alves (RLAM) e seus ativos logísticos associados, na Bahia.

O Mubadala Capital apresentou a melhor oferta final, no valor de US$ 1,65 bilhão. A assinatura do contrato de compra e venda ainda está sujeita à aprovação dos órgãos competentes.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="744176" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]