Produção industrial cai 2,4% em março com piora da pandemia, aponta IBGE

Leonardo Vieceli - Folhapress

indústria, paraná, pib, pib industrial, produto interno bruto, ibge, brasil, país, produção industrial, 2019

Com o agravamento da pandemia, a produção industrial caiu 2,4% em março na comparação com fevereiro, apontam dados divulgados nesta quarta-feira (5) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Foi a segunda redução consecutiva do resultado do setor.

A queda é mais um sinal de perda de fôlego da atividade econômica na largada deste ano. Em fevereiro, a produção industrial havia caído após nove meses de resultados positivos.

Analistas consultados pela agência Bloomberg projetavam queda de 2,8% para a produção industrial na comparação mensal e alta de 8,5% no recorte anual.

Além do recrudescimento da Covid-19, a interrupção de programas de estímulo também freou a economia no primeiro trimestre. O auxílio emergencial, por exemplo, só foi retomado em abril.

Na comparação com março do ano passado, a produção industrial cresceu 10,5%. À época, o país vivia a fase inicial da crise sanitária, com os primeiros impactos do coronavírus na rotina de empresários e trabalhadores.

No acumulado do primeiro trimestre de 2021, a produção industrial teve alta de 4,4%. Em 12 meses, a queda foi de 3,1%, segundo o IBGE.

A CNI (Confederação Nacional da Indústria) afirmou, no último dia 27, que a “economia terá problemas enquanto toda a população não for vacinada”. Durante a crise sanitária, outra queixa recorrente de empresários é a escassez de insumos e a disparada de preços de matérias-primas, reflexos do desarranjo de cadeias produtivas e da alta do dólar.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="762292" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]