Recursos do Plano Safra devem ficar acima de R$ 200 bilhões

Mariana Ohde


O financiamento do Plano Safra 2017/2018 deve repetir em termos reais, descontada a inflação, os valores destinados na safra anterior, superando ligeiramente os R$ 200 bilhões. A informação foi divulgada pelo ministro Blairo Maggi (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) nesta segunda-feira (1º), na abertura da 24ª edição da Agrishow, em Ribeirão Preto, São Paulo.

Em 2016, o Plano Safra chegou a R$ 183,8 bilhões e a previsão para este ano é 4,8% maior – R$ 192,5 bilhões. Em 2015/17 foram R$ 187,7 bilhões. O novo Plano Safra começa em julho. De acordo com o ministro, o que ainda está em discussão sobre o Plano Safra é a definição da taxa de juros e a distribuição dos recursos em cada programa do ministério.

Juros

Na semana passada, o ministro disse, durante o 9º Fórum Politico – Dinâmica de Empreendimentos, que adiantou a produtores que tem conversado sobre a definição de juros para o financiamento da safra com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles e que o assunto tem tido atenção direta do presidente da República Michel Temer. O Mapa pede juros negativos, menores que a inflação, mas o Ministério da Fazenda quer que seja aplicado o juro real.

““A agricultura já pagou no ano passado juros positivos de 3% ao ano”, disse. “A permanecer a intenção da Fazenda, teremos juro real de 5%, coisa que o agricultor, que já corre o maior risco do mundo em sua atividade a céu aberto, dependente do clima, não suporta”, disse Maggi.

Agricultura familiar

Em entrevista, Blairo Maggi voltou a defender que a agricultura familiar seja também integrada ao Mapa e que os agricultores de pequeno porte tenham acesso a novas tecnologias como as divulgadas na feira.

Funrural

Maggi disse ainda ao ser questionado sobre a contribuição ao Funrural, prevista na proposta de reforma da Previdência e decidida como obrigatória pelo prazo retroativo de cinco anos pelo Supremo Tribunal Federal (STF), que participará de reunião sobre o assunto nesta terça-feira (2), em Brasília, em encontro que terá a presença do presidente da Frente Parlamentar da Agricultura, deputado Nilson Leitão (PSDB/MT).

Previous ArticleNext Article
Repórter no Paraná Portal
[post_explorer post_id="2154" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]