Refinaria Getúlio Vargas amplia reutilização da água em 113%

Redação


Responsável por aproximadamente 12% da produção nacional de derivados do petróleo, a Repar (Refinaria Getúlio Vargas) está fazendo diferença também na economia de água.

A refinaria, que pertence à Petrobras e está localizada no município de Araucária, investe desde 2011 em procedimentos de reutilização da água. Nos últimos quatro anos, a Repar aumentou em 113% o reúso da água em processos industriais, gerando em 2015 o reaproveitamento de 2,74 bilhões de litros.

Em rede

As mudanças para maior aproveitamento surgiram de uma orientação dada às 14 refinarias da Petrobras, que conseguiram uma economia adicional de cerca de 2 bilhões de litros de água. O volume passou de 20,32 bi para 22,37 bilhões de litros.

Segundo Marcel Luis Brancalion, químico responsável pela área de Tratamento de Águas da Repar, são dois fatores que ajudaram a chegar nos resultados atuais de aproveitamento.

“Primeiro de tudo, foi estabelecida uma redução de consumo mesmo, de uso mais consciente. Depois vem a parte do reúso da água”, explicou.

A reutilização é destinada principalmente às aplicações industriais da refinaria. A água, que vem da barragem do Rio Verde e é tratada na própria Repar, é utilizada em várias atividades da refinaria.

Em algumas delas, como na da geração de vapor, uma determinada fração de água ‘sobra’. vira rejeito. “Anteriormente nós não usávamos essa água. Agora aplicamos em outros processos que não precisam de uma água de alta qualidade”. revelou o químico.

Quando uma refinaria acena no procedimento e consegue bom reaproveitamento da água, a notícia e a técnica chegam às outras refinarias. “Nós temos um ambiente colaborativo online que discute opções de reúso da água. Quando as atividades das refinarias são similares. os procedimentos podem ser replicados”, contou Brancolin.

Filosofia e melo ambiente

É fácil fazer uma relação entre a economia de água feita dentro da refinaria. que funciona num grau industrial, com simples mecanismos de reutilização de água dentro das casas residenciais.

A água utilizada no banho que depois pode ser usada para limpar as calçadas é um exemplo. Os cortes alcançadas pela Repar também estão auxiliando a captação de água pela Sanepar destinada à população de Araucária.

Como a refinaria só capta do Rio Verde 50% do que é permitido a eles pelo IAP (Instituto Ambiental do Paraná) ‘sobra’ mais para a companhia de saneamento captar da represa. A parceria entre a Repar e a Sanepar já funciona há um ano e meio.

(Metro Jornal Curitiba)

Previous ArticleNext Article