Ritmo de contratações no quarto bimestre é o menor do setor industrial, em 2021

William Bittar - CBN Curitiba

Ritmo de contratações no quarto bimestre é o menor do setor industrial, em 2021

A indústria paranaense registrou queda no ritmo de contratações no mês de julho. Na comparação com junho, o número de contratações foi 25% menor. Já na comparação com julho de 2020, a queda foi ainda mais acentuada, 57%.

Neste mês, foram abertas no Paraná 14.492 novas vagas de trabalho, sendo 2.844 para o setor industrial, segundo dados divulgados nesta quinta-feira (26), pelo Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged).

No ano, a indústria acumula saldo de 37.455 novas oportunidades, valor seis vezes superior ao do ano passado, quando teve início a pandemia da Covid-19.

De acordo com o economista da Federação das Indústrias do Paraná, Evânio Felippe, o quarto bimestre de 2021 mostra uma queda significativa no número de vagas criadas, ficando atrás dos outros três bimestres do ano.

Além disso, as vagas no mercado de trabalho estão condicionadas ao ritmo de produção nas indústrias. Quanto mais acelerada a atividade, mais pessoas conseguem emprego.

Em julho, dos 24 segmentos da indústria avaliados, três demitiram mais do que contrataram: fumo, máquinas, aparelhos e materiais elétricos, e fabricação de produtos farmoquímicos e farmacêuticos.

O setor alimentício liderou o ranking com mais contratações com mais de 800 novas admissões. Seguido por madeira (383), confecções e artigos do vestuário (351), móveis (339) e automotivo (266).

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="786191" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]