Senador paranaense recebe medalha 'Amigo do Comércio'

A premiação é concedida pela Confederação Nacional do Comércio (CNC) pela "prestação de serviços relevantes ao setor".

Redação - 05 de maio de 2022, 13:25

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

O senador paranaense Oriovisto Guimarães (Podemos) recebeu nesta quinta-feira a medalha 'Amigo do Comércio'. A premiação é concedida pela Confederação Nacional do Comércio (CNC) pela "prestação de serviços relevantes ao setor".

A medalha foi entregue ao senador pelas mãos do presidente da CNC, José Roberto Tadrus, e do vice-governador do Paraná, Darci Piana (PSD).

No evento, estavam presentes representantes de federações comerciais de vários estados. Oriovisto Guimarães se posicionou, mais uma vez, a favor da Reforma Tributária, mas contra a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que tramita no Congresso Nacional.

“É uma PEC sem sentido, que amplia a base tributária e coloca ICMS para todo o setor de serviço, desorganizando toda a economia. Sou a favor da reforma, mas se temos uma pessoa doente, e todos nós concordamos que ela precisa de remédio, estão trazendo o remédio errado que, além de não curar, provoca efeitos colaterais graves”, afirmou o senador.

SENADOR SE POSICIONA MAIS UMA VEZ CONTRA A PROPOSTA QUE ESTÁ NO CONGRESSO

O senador Oriovisto Guimarães já se posicionou outras vezes contra a PEC 110. Ele se diz favorável à Reforma Tributária, mas é contra a maneira que ela vem sendo proposta no parlamento em Brasília.

No início do mês de abril, em encontro promovido pela ADVB-PR (Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil, seção Paraná), o senador afirmou o atual modelo proposto é "muito ruim" e "feito por gente que não sabe o que tá fazendo".

Na ocasião, Oriovisto também disse que "o Paraná tá acima de qualquer outro interesse político. Só de reforma tributária, só de crise do petróleo, regularização do ICMS, nós trabalhamos muito. Aparecem pouco, mas temos uma perfeita sintonia com o interesse do Paraná”. Ele criticou antecessores, sem mencionar nomes, que teriam prejudicado o estado por rivalidade política, na opinião dele.