Tarifa de energia elétrica terá redução de 14,3% no Paraná

Andreza Rossini


A tarifa residencial de energia elétrica vai reduzir 14,3% a partir da próxima sexta-feira (24), de acordo com a revisão tarifária da Copel, definida nesta terça-feira (21).

Considerando os clientes industriais, comerciais e residenciais, a tarifa vai ficar 12,87% mais barata.  A média do consumo mensal nas residências é de 166 kWh ao mês, um cliente com esse consumo paga R$ 125 atualmente, valor que deve cair para R$ 108.

A redução foi homologada em reunião com a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), durante reunião em Brasília, hoje (21), após a análise da planilha detalhada da Copel que apontou a possibilidade na redução da conta de luz no Paraná. A revisão reposiciona as tarifas cobradas dos consumidores após analisar os custos eficientes e os investimentos prudentes para a prestação dos serviços de distribuição de energia elétrica, em intervalo médio de quatro anos.

Um dos principais motivo é o aumento do nível dos reservatórios das usinas hidrelétricas, fazendo com que grande parte das usinas térmicas, que são mais caras, fossem desligadas, reduzindo o custo de produção de energia.

O presidente da Copel, Luiz Fernando Leone Vianna afirmou que a medida deve tornar o estado mais competitivo. “Reduzir a conta de luz significa contribuir para o desenvolvimento do Estado, ao baratear o uso de energia e tornar o Paraná ainda mais competitivo para atrair investimentos.”

Guarapuava 

A Companhia Força e Luz do Oeste, que atende o município de Guarapuava, no Paraná terá redução de 14,17%, a partir da próxima quarta-feira (29), segundo informações da Aneel.

No Brasil

Algumas empresas vão subir o valor da energia elétrica, como é o caso da Energisa Nova Friburgo que atende regiões dez estados brasileiros. A alta será de 6,62% e passa a valer a partir desta quarta-feira (22). A Energisa Minas Gerais vai aumentar o valor da tarifa em 1,04% a partir da mesma data. Ambos os reajustes são para as tarifas residenciais.

Veja a tabela da Aneel com os valores dos reajustes para cada tipo de consumidor de cada empresa:

Capturar

Previous ArticleNext Article