Taxa de juros do Plano Safra deve ser de até 8%

Mariana Ohde


As taxas do Plano Safra 2017/2018 devem ficar de 2 a 3,5 pontos percentuais acima da meta da inflação, que está fixada entre 4,5%. Com isso, os juros devem ficar entre 6,5% e 8% ao ano. As informações foram divulgadas pelo secretário de Política Agrícola, Neri Geller, durante cerimônia da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), nesta quarta-feira (3). Segundo o secretário, o governo está descartando a possibilidade de uma taxa de juros variável. Hoje, representantes do setor devem se reunir com o Mapa para definir as demandas que serão levadas ao Ministério da Fazenda.

Valores

O financiamento do Plano Safra 2017/2018 deve repetir em termos reais, descontada a inflação, os valores destinados na safra anterior, superando ligeiramente os R$ 200 bilhões. A informação foi divulgada pelo ministro Blairo Maggi (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) nesta segunda-feira (1º), na abertura da 24ª edição da Agrishow, em Ribeirão Preto, São Paulo.

Em 2016, o Plano Safra chegou a R$ 183,8 bilhões e a previsão para este ano é 4,8% maior – R$ 192,5 bilhões. Em 2015/17 foram R$ 187,7 bilhões. O novo Plano Safra começa em julho.

 

Previous ArticleNext Article
Mariana Ohde
Repórter no Paraná Portal