Tesouro amplia horário das operações de compra e venda de títulos públicos

Com Metro Jornal CuritibaA partir de amanhã, o Tesouro Direto, a plataforma do governo federal para compra e venda de tí..

Julie Gelenski - 02 de dezembro de 2016, 10:10

Com Metro Jornal Curitiba

A partir de amanhã, o Tesouro Direto, a plataforma do governo federal para compra e venda de títulos públicos, passará por uma “segunda onda” de inovações. As principais novidades são a ampliação do horário de negociação dos títulos e o lançamento de um aplicativo para pequenos investidores.

Segundo o Tesouro Nacional, das 9h30 às 18h, nos dias úteis, os investimentos e resgates serão processados com os preços e taxas disponíveis no momento da transação. As operações também poderão ser feitas das 18h às 5h e ao longo de todo o fim de semana ou feriado, mas serão liquidados com os preços de abertura do dia útil seguinte.

Nos dias úteis, das 5h às 9h30, o sistema ficará em manutenção. Hoje, o resgate diário só está disponível, nos dias úteis, das 18h às 5h, e em tempo integral nos fins de semana e feriados.

O governo federal também lançou um aplicativo oficial para facilitar as operações. Inicialmente, a novidade estará disponível de forma gratuita apenas para Android. Será possível realizar todas as transações como investimentos, resgates, agendamentos e consulta de extrato. O investidor poderá ainda cadastrar o número do celular no site do Tesouro Direto (www.tesouro.fazenda.gov. br) para receber informações por SMS, que avisará sobre as operações, colocará à disposição o extrato e notificará sobre a cobrança de taxas.

As informações também serão envidadas por e-mail. O extrato passará a ter um melhor visual, didático e intuitivo, com um gráfico para mostrar a evolução do valor da aplicação de investimentos realizados a partir de 2015. Foi criado ainda um curso gratuito on-line para que investidores aprendam a aplicar no Tesouro. O conteúdo do curso estará disponível no site do programa.

Planejamos também uma terceira onda com diversas melhorias a serem implantadas a partir de 2017 para aproximar ainda mais os investidores”, disse Ana Paula Vescovi, secretária do Tesouro Nacional. Em março de 2015, foram anunciadas as primeiras medidas para tornar mais fácil o entendimento sobre os papéis negociados por meio do programa, que incluíram a mudança nos nomes dos títulos e a implementação da liquidez diá- ria. No mês passado, 50,5 mil pessoas se cadastraram no programa. Com isso, o total de investidores chegou a 1,024 milhão.