Vendas do varejo paranaense acumulam aumento de 5,8%

Francielly Azevedo

As vendas do varejo paranaense no acumulado do ano registram 5,8% de crescimento. Na comparação de abril e maio, as vendas tiveram aumento de 1,5%. Já em relação a maio de 2017, houve aumento de 3,3% no faturamento. Os dados são da Pesquisa Conjuntural da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio-PR).

Segundo a Fecomércio, ainda que negativos, os efeitos da greve dos caminhoneiros não foram o suficiente para que o comércio deixasse de crescer tanto em relação ao mês anterior, bem como em relação a maio do ano passado. Como a paralisação teve início no dia 21 maio, boa parte das vendas do mês já havia sido concretizada.

Conforme a Federação, alguns setores demoraram mais tempo para sentir os efeitos da greve, pois possuíam mercadorias em estoque. Outros tiveram as vendas apenas postergadas e alguns, como o ramo de supermercados (8,71%), tiveram elevação no faturamento em função da corrida dos consumidores para “estocar” mantimentos.

Os segmentos de calçados (17,86%), vestuário e tecidos (13,9%) e as lojas de departamentos (17,5%) apresentaram crescimento nas vendas em maio na comparação com abril, especialmente em função da chegada do inverno.


No acumulado do ano, os destaques são as concessionárias de veículos (35,19%), materiais de construção ( 11,86%) e as lojas de departamentos (8,19%).

Análise regional

Na variação mensal, o comércio de Curitiba e Região Metropolitana teve aumento de 4,65% nas vendas. Da mesma forma, a Região Oeste mostrou aumento de 2,08% em maio e em Ponta Grossa houve acréscimo de 0,98% no faturamento. A pesquisa da Fecomércio PR registrou perdas em Londrina (-3,39%), Sudoeste (-2,4%) e Maringá (-1,13%).

Na comparação com o mesmo mês do ano anterior, tiveram majoração nas vendas as regiões Oeste (18,64%), Londrina (2,31%), Capital (0,98%) e Ponta Grossa (0,91%). Já o Sudoeste e a região de Maringá tiveram queda de 6,42% e 2,91%, respectivamente.

No acumulado de janeiro a maio, a região Oeste se sobressai, com aumento nas vendas de 19,78%, seguida por Londrina, com 11,08%. Maringá apresentou alta de 2,79%; o Sudoeste de 2,12%; Ponta Grossa de 1,52% e Curitiba e Região Metropolitana de 0,56%.

Post anteriorPróximo post
Jornalista, formada pela Universidade Tuiuti do Paraná. Repórter do Paraná Portal e Rádio CBN. Tem passagens pela TV éParaná, TV Assembleia, TV Transamérica, CATVE, Rádio Iguassu e Folha de Londrina.
Comentários de Facebook