Eleições 2020
Compartilhar

Velha guarda perde espaço e novatos ocupam quase metade da Câmara de Curitiba

Nomes conhecidos da política de Curitiba passam a ocupar a lista de suplentes da Câmara Municipal de Curitiba a partir d..

Angelo Sfair - 16 de novembro de 2020, 17:46

Carlos Costa/CMC
Carlos Costa/CMC

Nomes conhecidos da política de Curitiba passam a ocupar a lista de suplentes da Câmara Municipal de Curitiba a partir de 2021. De acordo com o Legislativo municipal, 13 ex-vereadores da velha guarda tentaram retornara à Casa, mas foram superados por novatos.

Para a 18ª Legislatura (2021-2024), quase metade das 38 cadeiras será ocupada por vereadores que nunca exerceram o cargo. O índice de renovação foi de 47% nas Eleições Municipais 2020.

Entre os políticos da velha guarda que figuram como suplentes de vereador a partir de 2021 estão dois ex-presidentes da Câmara Municipal de Curitiba.

Paulo Salamuni (PV), atual suplente do senador Oriovisto Guimarães (Pode), conseguiu 2.279 votos e ficou atrás de Maria Letícia Fagundes, reeleita com 4.019 votos. Com a experiência de sete mandatos, Salamuni é o primeiro suplente da legenda.

Outro ex-presidente da Câmara Municipal de Curitiba, o pastor Ailton Araújo (PSL) exerceu cinco mandatos entre 1989 e 2016. Agora, figura como terceiro suplente do partido após conquistar 2.802 votos nas urnas, no domingo (15).

Político da velha guarda, também com passagens pela Assembleia Legislativa do Paraná e pela Câmara dos Deputados, em Brasília, Ângelo Vanhoni (PT) conseguiu 4.034 votos, sendo o quinto mais votado da legenda. Ele será segundo suplente.

Outros políticos da velha guarda também ficaram para trás e dificilmente vão atuar na Câmara Municipal de Curitiba nos próximos quatro anos, entre eles Professor Matsuda (PV),  Roberto Aciolli (PV), Chicarelli (MDB), João do Suco (DEM) e Pedro Paulo (PT).

Entre os 38 vereadores eleitos, 18 são novidades. Os novos vereadores também tornam o Legislativo mais jovens, visto que a diferença da média de idade entre os novatos e os reeleitos é de 11 anos.

E entre os mais jovens estão as vereadores eleitas Indiara Barbosa, do NOVO, e Carol Dartora, do PT. Apesar da diferença no espectro político, elas reúnem mais semelhantes, além da mesma idade: 37 anos.

Ambas surpreenderam pela expressiva votação neste domingo (15). Indiara Barbosa recebeu a maior votação para a Câmara Municipal de Curitiba, com 12.147 votos. Carol Dartora foi conduzida ao cargo com 8.874 votos.